Tagged in: Novela

Carlos Villagrán, o Quico, revela por que foi expulso do “Chaves” e diz que foi boicotado por Bolaños

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

Carlos Villagrán, o Quico do seriado "Chaves" em entrevista ao "Programa do Porchat" (Foto: Eduardo Enomoto/Record)
Carlos Villagrán, o Quico do seriado “Chaves” em entrevista ao “Programa do Porchat”
(Foto: Eduardo Enomoto/Record)

Um dos programas mais assistidos por crianças, adolescentes e, até mesmo, adultos no Brasil, “Chaves” fez parte da infância de muita gente, inclusive de Fábio Porchat, que não esconde o entusiasmo ao entrevistar com exclusividade o ator mexicano Carlos Villagran, o Quico, na noite desta quarta-feira (07). Esbanjando simpatia com o apresentador, a banda Pedra Letícia, que aparece toda caracterizada como os personagens da série, Paulo Vieira e a plateia, ele bate um papo descontraído com Fábio, revive momentos memoráveis do Quico no palco e também conta um pouco do bastidor conturbado ao lado dos colegas de elenco.

“Ficamos juntos por oito anos e fizemos turnês por vários países. Nas coletivas de imprensa, sempre perguntavam mais para mim. Despertou inveja, ciúme… Começaram a querer tirar o Quico da turma. Eu fui tirado, e o seu Madruga [Ramón Valdés] quis sair em solidariedade. Depois disso, o programa começou a acabar”, revela, declarando sua gratidão a Valdés. “Ele não se deu conta de que era tão famoso. Tem 34 anos que ele morreu… Eu adorava o Seu Madruga”.

O clima pesado entre ele e Roberto Gómez Bolaños, protagonista e criador de Chaves, segundo Carlos, resultou em uma briga entre eles. “Nunca mais voltamos a fazer as pazes. Liguei, mas ele nunca me atendeu”, afirma o humorista, que sofreu para conseguir emprego depois do rompimento. “A Televisa me vetou e também não podia trabalhar no Chile. [Roberto] Bolaños começou a mandar fax para as empresas para que não me dessem trabalho”, confessa.

Embora a campanha contrária de Bolaños tenha surtido efeito em muitos países, Carlos Villagran conseguiu uma oportunidade na Venezuela e nunca passou por necessidades. Além disso, agradece por ter feito parte por tanto tempo da turma do Chaves e pelas conquistas que o programa lhe proporcionou. “Eu tive dinheiro para pagar os estudos do meus filhos, alimentação e tudo o mais [no tempo em que permaneceu na atração]. Não fiquei milionário. Mas sou feliz e grato ao que Deus me deu.”

Carlos Villagrán, o Quico, revela por que foi expulso do “Chaves” e diz que foi boicotado por Bolaños

Atriz revela que chegou a gravar para trama da Globo com dengue

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

Foto: Divulgação/Globo
Foto: Divulgação/Globo

A atriz Monique Bourscheid vai estrelar a série “Dois Irmãos”, que estreia na Globo em janeiro do ano que vem, e, durante a coletiva de imprensa para apresentar a história, ela revelou que chegou a gravar uma cena enquanto estava doente, vítima de dengue.

“A cena mais difícil para mim foi a que subi no pé de manga. Era uma roupa de época, imagina, aqui no Rio de Janeiro, quente, e eu estava me recuperando de uma dengue. Ainda estava com dor no corpo, mas foi tranquilo”, revelou a jovem de 15 anos.

“Acho que descobri o que eu quero fazer para a vida toda, que é atuar. Eu fiquei um tempo no Rio para gravar, mas continuo lá. Meus pais me apóiam muito, eles gostam bastante e não têm problema”, completou ela, em entrevista ao site Purepeople.

Na história, ela será intérprete de Lívia, personagem de Bárbara Evans na fase posterior. “Desde a minha fase ela já traz mistério, sensualidade, porque ela sempre foi mais adiantada para a idade dela. No cinema ela beija o Yaqub, que sempre foi o queridinho dela”, conta.

E sobre o visual, ela explica: “Tô gostando muito da franjinha, cortei semana passada. É uma coisa meio Cleopátra. Para fazer a Lívia fiquei loira, mas era uma cor muito difícil para cuidar. Desde que não me peçam para trocar para outro trabalho, vou continuar com a franja”.

Atriz revela que chegou a gravar para trama da Globo com dengue

Atriz revela que chegou a gravar para trama da Globo com dengue

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

Foto: Divulgação/Globo
Foto: Divulgação/Globo

A atriz Monique Bourscheid vai estrelar a série “Dois Irmãos”, que estreia na Globo em janeiro do ano que vem, e, durante a coletiva de imprensa para apresentar a história, ela revelou que chegou a gravar uma cena enquanto estava doente, vítima de dengue.

“A cena mais difícil para mim foi a que subi no pé de manga. Era uma roupa de época, imagina, aqui no Rio de Janeiro, quente, e eu estava me recuperando de uma dengue. Ainda estava com dor no corpo, mas foi tranquilo”, revelou a jovem de 15 anos.

“Acho que descobri o que eu quero fazer para a vida toda, que é atuar. Eu fiquei um tempo no Rio para gravar, mas continuo lá. Meus pais me apóiam muito, eles gostam bastante e não têm problema”, completou ela, em entrevista ao site Purepeople.

Na história, ela será intérprete de Lívia, personagem de Bárbara Evans na fase posterior. “Desde a minha fase ela já traz mistério, sensualidade, porque ela sempre foi mais adiantada para a idade dela. No cinema ela beija o Yaqub, que sempre foi o queridinho dela”, conta.

E sobre o visual, ela explica: “Tô gostando muito da franjinha, cortei semana passada. É uma coisa meio Cleopátra. Para fazer a Lívia fiquei loira, mas era uma cor muito difícil para cuidar. Desde que não me peçam para trocar para outro trabalho, vou continuar com a franja”.

Atriz revela que chegou a gravar para trama da Globo com dengue

Diego Hypolito aparece sem implante capilar em premiação; veja

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

(Foto: Roberto Teixeira)
(Foto: Roberto Teixeira)

Na noite desta terça-feira (06), o ginasta Diego Hypolito apareceu com o visual diferente no prêmio “Cariocas do Ano”, evento promovido pela revista “Veja Rio”, que aconteceu no Copacabana Palace, na Zona Sul do Rio.

No tapete vermelho, o ginasta falou sobre a retirada de seu implante capilar: “Depois de alguns anos, eu voltei a raspar a cabeça. Vivo mudando. A vaidade ajuda pra que a gente se sinta bem. Fiz o implante capilar há algum tempo, mas sou sempre cheio de graça, então, tirei. Sou mega a favor, fiz sim, não nego, acho que tudo o que a gente faz pra melhorar é válido. Ainda bem que a medicina estética ajuda a gente”, afirmou Hypolito.

Diego ganhou o troféu na categoria esporte e recebeu a premiação das maõs da irmã, Daniele Hypolito:  “Fico muito contente. Foi um ano positivo na minha carreira, a premiação valoriza muito nosso esporte”, disse.

Diego Hypolito aparece sem implante capilar em premiação; veja

Diego Hypolito aparece sem implante capilar em premiação; veja

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

(Foto: Roberto Teixeira)
(Foto: Roberto Teixeira)

Na noite desta terça-feira (06), o ginasta Diego Hypolito apareceu com o visual diferente no prêmio “Cariocas do Ano”, evento promovido pela revista “Veja Rio”, que aconteceu no Copacabana Palace, na Zona Sul do Rio.

No tapete vermelho, o ginasta falou sobre a retirada de seu implante capilar: “Depois de alguns anos, eu voltei a raspar a cabeça. Vivo mudando. A vaidade ajuda pra que a gente se sinta bem. Fiz o implante capilar há algum tempo, mas sou sempre cheio de graça, então, tirei. Sou mega a favor, fiz sim, não nego, acho que tudo o que a gente faz pra melhorar é válido. Ainda bem que a medicina estética ajuda a gente”, afirmou Hypolito.

Diego ganhou o troféu na categoria esporte e recebeu a premiação das maõs da irmã, Daniele Hypolito:  “Fico muito contente. Foi um ano positivo na minha carreira, a premiação valoriza muito nosso esporte”, disse.

Diego Hypolito aparece sem implante capilar em premiação; veja

Ana Hickmann diz que ainda guarda sequelas da tentativa de assassinato

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Ana Hickmann revelou, durante uma entrevista à revista “Caras”,  afirmou que ainda guarda sequelas do atentado do qual foi vítima, num hotel em Belo Horizonte, MG, mesmo após sete meses do ocorrido.

“Não dá pra ficar 100% bem depois de um susto assim. Não sei se vai passar. Preciso aprender a viver com isso”, desabafou ela. “Estou inteira, mas a Giovanna (a cunhada), mulher do Gustavo (Corrêa, o cunhado), ficou com as maiores marcas na parte física, que não vão sair nunca mais”.

A apresentadora ainda defendeu a inocência do cunhado Gustavo, que estava com ela quando o quarto do hotel onde estavam foi invadido por Rodrigo Pádua, de 30 anos. Ele lutou contra o agressor, atirou no rapaz e foi denunciado por homicídio.

“A parte emocional da família ficou fragilizada com esse processo, algo que já deveria ter sido arquivado como legítima defesa. Existem todas as provas para essa decisão, mas, infelizmente, não foi visto assim. Não sou diferente de ninguém, e a gente vai até o fim, pois sabemos bem o que aconteceu”, disse.

Ana Hickmann diz que ainda guarda sequelas da tentativa de assassinato

Ana Hickmann diz que ainda guarda sequelas da tentativa de assassinato

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Ana Hickmann revelou, durante uma entrevista à revista “Caras”,  afirmou que ainda guarda sequelas do atentado do qual foi vítima, num hotel em Belo Horizonte, MG, mesmo após sete meses do ocorrido.

“Não dá pra ficar 100% bem depois de um susto assim. Não sei se vai passar. Preciso aprender a viver com isso”, desabafou ela. “Estou inteira, mas a Giovanna (a cunhada), mulher do Gustavo (Corrêa, o cunhado), ficou com as maiores marcas na parte física, que não vão sair nunca mais”.

A apresentadora ainda defendeu a inocência do cunhado Gustavo, que estava com ela quando o quarto do hotel onde estavam foi invadido por Rodrigo Pádua, de 30 anos. Ele lutou contra o agressor, atirou no rapaz e foi denunciado por homicídio.

“A parte emocional da família ficou fragilizada com esse processo, algo que já deveria ter sido arquivado como legítima defesa. Existem todas as provas para essa decisão, mas, infelizmente, não foi visto assim. Não sou diferente de ninguém, e a gente vai até o fim, pois sabemos bem o que aconteceu”, disse.

Ana Hickmann diz que ainda guarda sequelas da tentativa de assassinato

“Na expectativa”, diz Ary Fontoura sobre interpretar Lula nos cinemas

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A produção cinematográfica que irá abordar a Operação Lava Jato, “Polícia Federal – A Lei é Para Todos”, contará com um nome de peso em seu elenco. O ator Ary Fontoura, de 83 anos, vai interpretar o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e está super ansioso pelo papel.

“Estou na expectativa de que as filmagens comecem”, conta ele, conhecido por não omitir publicamente suas opiniões políticas. “Sou politizado enquanto cidadão, mas minha profissão é outra história. Não sou ligado a nenhum partido e só vou contar uma história que me foi dada, sem nenhum tipo de tendência para lá ou para cá”, disse. Vale lembrar que o ator foi um grande crítico do governo da ex-presidenta Dilma Rousseff.

Ary também falou sobre o atual momento político do país e fez ressalvas: “O Brasil precisa de uma revigorada e a política que temos é velha demais, precisa ser renovada. Os jovens devem se interessar por política para não ficarmos nessa situação terrível, em que cada um cuida de seus próprios interesses e ninguém cuida dos interesses da coletividade”, defende.

“Na expectativa”, diz Ary Fontoura sobre interpretar Lula nos cinemas

“Na expectativa”, diz Ary Fontoura sobre interpretar Lula nos cinemas

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

A produção cinematográfica que irá abordar a Operação Lava Jato, “Polícia Federal – A Lei é Para Todos”, contará com um nome de peso em seu elenco. O ator Ary Fontoura, de 83 anos, vai interpretar o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e está super ansioso pelo papel.

“Estou na expectativa de que as filmagens comecem”, conta ele, conhecido por não omitir publicamente suas opiniões políticas. “Sou politizado enquanto cidadão, mas minha profissão é outra história. Não sou ligado a nenhum partido e só vou contar uma história que me foi dada, sem nenhum tipo de tendência para lá ou para cá”, disse. Vale lembrar que o ator foi um grande crítico do governo da ex-presidenta Dilma Rousseff.

Ary também falou sobre o atual momento político do país e fez ressalvas: “O Brasil precisa de uma revigorada e a política que temos é velha demais, precisa ser renovada. Os jovens devem se interessar por política para não ficarmos nessa situação terrível, em que cada um cuida de seus próprios interesses e ninguém cuida dos interesses da coletividade”, defende.

“Na expectativa”, diz Ary Fontoura sobre interpretar Lula nos cinemas

Participante eliminado manda indireta para jurado Fogaça, do “MasterChef”

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quem acompanha o “MasterChef Profissionais” já deve ter percebido a mal educação de alguns participantes. Um deles, Dário, foi eliminado na noite de ontem (6), e até agora, não se conformou com a derrota. Prova disso é que, em seu perfil no Twitter, ele resolveu mandar uma indireta para o jurado Henrique Fogaça.

O momento curioso ocorreu logo depois do desafio da “Caixa Misteriosa”. Dário preparou uma carne dry aged com batata assada, espuma de queijo e um chutney de frutas vermelhas, mas a receita foi criticada pelos chefs Paola Carosella e Erick Jacquin, por causa da combinação de sabores e da apresentação.

Fogaça, por sua vez, não poupou as palavras no feedback: “A apresentação eu achei infantil. Uma roda de ciranda. Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar“. No Twitter, o crítico de gastronomia de VEJA São Paulo, Arnaldo Lorençato, comentou o prato e foi rebatido pelo eliminado.

“O ‘reizinho’ Marcelo está no mezanino do MasterChef. Pensei que ele  fosse ceder a vaga para o Dário“, comentou. Dário então respondeu: “Reconhece esse prato? Queijo, fruta vermelha, carne vermelha!“, com uma foto de uma carne e um molho vermelho.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Ele quis mostrar que a receita, criticada pelos jurados, já havia sido preparada em um restaurante importante, mas não disse qual. “De onde é?“, questionou Arnaldo Lorençato. Dário não falou: “Deixa para lá! Espero sua visita no meu restaurante que vai inaugurar em breve. Vai ser um prazer te servir!“.

No entanto, o prato da foto teria sido de Henrique Fogaça, que ensinou a receita durante a temporada 2015 do “MasterChef”, e alguns internautas disseram que o prato é o “carro chefe” do restaurante de Henrique Fogaça, o Sal Gastronomia. Ou seja, Dário teria se inspirado na receita do jurado.

A mensagem dele com a foto, então, teria sido um “shade” para ele, que tanto o criticou no programa.

Participante eliminado manda indireta para jurado Fogaça, do “MasterChef”