Tagged in: Curiosidades

Se a sua cabeça coça, essas podem ser as 7 causas para isso

Poucas coisas incomodam tanto quanto aquela coceira chata na cabeça. Claro, é algo extremamente normal e acontece com todo mundo, mas a partir do momento em que ela se torna frequente e você tem aquela vontade de afundar as unhas em seu couro cabeludo, algo anormal pode estar acontecendo. Muita gente tem aquela ideia errada de que a coceira constante é sinônimo de piolho, mas se você não for uma criança e nem tiver contato com uma que sofra do problema, é provável que não seja isso. Portanto, sempre tome o maior cuidado com seu cabelo.

Mas se não são piolhos, o que pode estar provocando essa intensa coceira? Acredite, existem diversos problemas que podem ser a fonte disso. E o pior é que quanto mais coçamos, mais sentimos vontade de coçar. E quanto mais fazemos, mais irritado ficar o couro cabeludo. Mas vamos lá, se você está passando por isso e não sabe o que pode ser, dá uma olhada na lista abaixo que podemos te ajudar!

1 – Caspa

Sim, não é grande surpresa que comecemos por este item. Estima-se que as caspas afetem cerca de 40% da população e a tendência é que ela acompanhe o indivíduo por toda a vida caso não seja tratada. É normal que elas provoquem coceira no couro cabeludo. Segundo Jennifer Haley, dermatologista certificada pelo Scottsdale, no Arizona: “Mudanças climáticas, estresse e aumento de açúcar na dieta podem propiciar o aparecimento de caspas“. Para resolver o problema, o ideal é procurar por m dermatologista,, que indicará um remédio adequado ao seu caso.

2 – Reação alérgica

Suponhamos que você acabou de tingir seu cabelo. Poucos dias depois, começou a sentir coceiras mais frequentes em seu couro cabeludo. Pode ser que esteja enfrentando uma reação alérgica ao produto, mesmo que já esteja acostumado com ele. Podemos apresentar alergia a praticamente tudo com que temos contato, neste caso, um simples shampoo pode ser um problema. Caso esteja passando por isso, busque usar produtos destinados para peles suaves e sensíveis, até que seu couro cabeludo cicatrize.

3 – Queimadura de sol

Mas também pode ser que sua coceira não seja algo tão grave assim. Por exemplo, se você ficou muito tempo exposto ao sol durante o dia, é provável que seu couro cabeludo tenha sofrido algumas queimaduras. Para aliviar o sintoma, tomar um bom banho frio, molhando a cabeça, pode ajudar bastante.

4 – Couro cabeludo seco

Existem certas épocas do ano que deixam nossa pele mais seca e o mesmo acontece com o couro cabeludo. Dessa forma, nossos óleos protetores naturais reduzem, fazendo com que a região comece a ficar mais irritando, ocasionando na coceira. Portanto, se acontecer algo do tipo com você, o ideal é optar por condicionadores hidratantes.

5 – Sujeira

De acordo com a dermatologista Dra. Shainhous, instrutora clínica da Universidade do Sul da Califórnia: “Quando você não lava o cabelo com bastante frequência, óleos naturais, sujeira e resíduos de produtos se acumulam nas raízes e no couro cabeludo, causando coceira e arranhões“. A grande questão é que a pele do couro cabeludo é bastante parecida com a do rosto e precisa de toda atenção.

6 – Fungos

Uma infecção fúngica, diferente daquela que causa caspas, também é capaz de desencadear coceira no couro cabeludo… Apesar de ser bem mais comum em crianças. Ela pode ser provocada pela umidade por longos períodos na região. Se esse for o seu problema, você verá descamação e vermelhidão por muito tempo em seu couro cabeludo. Se estiver acompanhado de pus, é mais sério ainda. Procure por seu médico!

7 – Rabo de cavalo muito apertado

Se você tem o costume de usar rabos de cavalo muito apertados, é melhor repensar. Tal hábito pode provocar aquela coceirinha chata e, além disso, ainda ocasionar uma maior queda de cabelo. Ainda segundo a Dra. Shainhous: “Usar o cabelo todo dia, em penteados excessivamente apertados ou pesados, como tranças ou rabos de cavalo, pode puxar os folículos pilosos, causando estresse e cicatrizes de cabelo e a perda dos fios“.

Ainda acrescenta: “Esse estilo também puxa os cabelos, nervos e músculos circundantes em uma direção antinatural, deixando o couro cabeludo dolorido e as vezes, coçando quando você solta o cabelo“. Bem, fica a dica!

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Essa matéria Se a sua cabeça coça, essas podem ser as 7 causas para isso foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 tesouros encontrados nos lugares mais estranhos possíveis

Tesouros sempre fascinaram o ser humano, ainda mais aqueles que podem contar a história de civilizações antigas. Existem pessoas que dedicam suas vidas para encontrá-los e desvendar os mistérios por trás deles.

Mas os lugares onde esses tesouros se encontram muitas das vezes são de difícil acesso. Imagine o tanto de ouro que existe no mar apenas pelos naufrágios que já aconteceram até hoje. Mas não são apenas nos lugares remotos que eles existem. Há vários relatos de pessoas que encontraram verdadeiros tesouros no quintal de casa. E foi pensando nisso que nós da Fatos Desconhecidos trouxemos 7 tesouros encontrados nos lugares mais estranhos possíveis. Confira:

1 – O lixo de alguns vale muito dinheiro

A profissão de zelador não é fácil, e normalmente não deixa ninguém milionário. Em abril de 2018, um zelador que trabalhava no Aeroporto Internacional de Icheon estava tirando o lixo quando encontrou barras de ouro maciço, embrulhadas em um jornal. Todas elas foram avaliadas em 70 milhões de won, ou US$ 64.807.

2 – Bilhete perdido

A maioria das pessoas que compram um bilhete de loteria, certamente acompanham os números na TV com uma grande expectativa. Mas para Ricando Cerezo, ele simplesmente comprava os bilhetes toda a semana por hábito. Ele sempre guardava todos os seus bilhetes. Um dia a esposa de Cerezo ameaçou jogá-los fora se ele não arrumasse outro lugar para guardá-los. Cerezo levou todos os ingressos para o seu posto de gasolina local para que o funcionário os examinasse. Um dos bilhetes dizia: “registre uma queixa”. Ele ligou para a Loteria do Estado de Illinois e descobriu que seu bilhete valia US$ 4,85 milhões.

3 – Livros

Em 2012, Calos foi até uma livraria onde ele possuía uma bolsa. A bolsa permitia que ele trouxesse livros antigos e ele poderia escolher uma quantia igual para negociar. Quando Carlos entrou em seu carro com o novos livros, ele abriu um deles para folhear e encontrou cerca de 20 mil dólares, junto de outros objetos de valor.

4 – Mar

Um pescador local da ilha de Palawan, nas Filipinas, viu seu barco preso. Ele teria mergulhado para ver o que estava o prendendo. Lá embaixo ele viu sua ancora presa em um grande molusco. Ele decidiu abri-lo para ver se tinha algo de valor. Ele encontrou uma pérola que pesava 75 quilos.

5 – Sofá

Em 2007, uma estudante universitária que moravam em Berlim, na Alemanha, precisava comprar um sofá, então ela foi num bazar para economizar dinheiro e encontrar algumas mobílias de segunda mão. Quando ela retornou para seu apartamento e empurrou o sofá até o lugar certo, uma pintura caiu dele. Ela levou esse achado até um leilão de arte local. Acontece que a pintura era de 1600 e foi pintada por um amigo de um famoso pintor veneziano chamado Carlo Saraceni. Foi dado o nome de “Preparação para Fuga para o Egito” para a obra, que foi vendida por US$ 27.630.

6 – Reciclagem

Usinas de reciclagem recebem sucata para serem derretidas e reutilizadas. Um funcionário da Blue Grass Recycling em Burlington, Kentucky, chamado Mike Rogers, estava limpando um barril quando viu algo verde no fundo. Se tratava de títulos americanos de poupança que variavam de US $ 50 e US$ 500 cada e valiam um total de US$ 22.000.

7 – Pomar de cerejas

Um fazendeiro em Uekan, na Suíça, estava andando pelo seu pomar de cerejas quando notou algo brilhando sobre a terra. Ao cavar ele encontrou moedas romanas de prata. Ele chamou arqueólogos, a fim de descobrir o máximo de artefatos que existiam ali. No final, eles recuperaram 4.166 moedas. Os historiadores estimavam que essa quantia de dinheiro seria igual a um ou dois anos de salário para um romano.

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Essa matéria 7 tesouros encontrados nos lugares mais estranhos possíveis foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

8 coisas terríveis que os turistas fizeram recentemente

Viajar é realmente ótimo. Você pode conhecer novos lugares, pessoas, culturas e esquecer completamente os problemas da sua ‘vida real’ durante um breve momento. E, apesar de tudo isso parecer realmente fascinante, algumas pessoas acabam abusando de todos esses benefícios. Afinal, estar em um lugar no qual você não conhece ninguém e, consequentemente, ninguém te conhece, acaba abrindo algumas possibilidades.

Isso porque, se você parar para pensar, muitas vezes acabamos deixando de fazer algo por vergonha e medo do julgamento daqueles que conhecemos. Mas, se eles não estiverem lá para ver, as pessoas acabam se sentindo mais livres e despreocupadas. E, infelizmente, alguns acabam utilizando esse tempo para abusar dos benefícios oferecidos pelo desconhecido. O que, vez ou outra, acaba fazendo com que as pessoas odeiem turistas. Afinal, toda o seu tempo, liberdade e exaltação podem ser de mais para algumas pessoas, principalmente quando eles não sabem o significado de limites. E, nos últimos tempos, esses foram algumas das coisas mais ruins feitas por esses visitantes inconsequentes.

1 – Empurrando rochas

Você se lembra de ver alguma daquelas pedras bonitas e grandes que ficam em cima de penhascos, como a mostrada na foto? Pois é, ao que tudo indica, um grupo de 5 jovens parece ter achado uma boa ideia empurra-la do penhasco no qual estava. O caso aconteceu em Brimham Rocks, que fica em North Yorkshire, e isso implicou em uma série de problemas. Afinal, a estrutura rochosa foi formada durante séculos e, infelizmente, acabou sofrendo danos irreversíveis na sua formação. Além disso, parte do penhasco também acabou danificado e toda a situação poderia ter representado grave perigo tanto para os jovens quanto para os demais visitantes.

2 – Artefato de 800 anos danificado

Apesar de alguns lugares não terem as regras de comportamento escritas, explicitamente, para os seus visitantes, é normal que se mantenha certa postura dependendo do local em que está. E, se tratando de museus, todos sabem que não se deve fazer barulho ou mesmo tocar nas peças. Ou, pelo menos, deveriam saber. Mas, aparentemente, uma família no Reino Unido acabou achando que era uma boa ideia colocar o seu bebê dentro de um dos artefatos para tirar ‘aquela foto’.

Acontece que, o objeto em questão se tratava de um caixão de arenito com aproximadamente 800 anos. Ao receber o bebê, ele acabou se despedaçando. O custo do dano em si acabou não sendo realmente alto, apenas US$ 130. Mas, ainda assim, demonstra uma tremenda falta de respeito com os artefatos históricos.

3 – Turista agressiva

Apesar de amar viajar, a maioria acaba não gostando da percurso que é preciso enfrentar até que você consiga chegar no seu destino. Fazendo com que esse momento possa ser realmente estressante. Mas, ainda assim, a maioria das pessoas não costuma bater nos outros por causa disso, o que não foi o caso dessa mulher. Afinal, depois de descobrir que o check in para o seu voo havia se encerrado, ela acabou perdendo o controle. A mulher ia de Wuhan para Paris, com a AirFrance, devido uma conferência importante. Mas, depois dos problemas com o seu atraso, ela parece ter decidido que a culpa disso era do agente do portão e resolveu bater nele por isso. A mulher acabou sendo detida pelo que fez!

4 – Peça de arte quebrada

Uma artista realmente excêntrica, chamada Yayoi Kusama, montou uma exibição alucinante chamada Yayoi Kusama. Algo que, infelizmente, acabou saindo mais caro do que o esperado. Isso porque, durante a visitação, uma turista de Washington acabou sendo desleixada. Ela estava tirando uma foto quando acabou quebrando uma das abóboras que fazia parte do cenário. A exposição, que estava sendo feito no Museu Hirshhorn, teve que fechar por 3 dias devido o ocorrido. Além disso, o dano acabou causando um prejuízo de US$ 800 mil.

5 – Zombando do guarda

Vocês conhecem os famosos Guardas da Rainha, certo? Eles ficam em Londres e, muitas vezes, acabam aparecendo em vídeos da internet nos quais as pessoas tentam chamar a sua atenção para que eles se mecham. Acontece que, dessa vez, uma mulher acabou sendo bem desrespeitosa e recebeu a repreensão de outro guarda. A mulher, com o intuito de fazer com que ele saísse do lugar, pegou uma de suas luvas e jogou em sua direção. E, por não poder entrar no local para pegá-la, acabou fazendo um cena, já que esperava que o homem devolvesse para ela.

Depois do ocorrido, um outro segurança acabou sendo chamado. E, ao ver a situação, não se deteve para repreender a mulher. Para fazer isso, ele acabou dizendo que “O Exército está aqui para proteger as joias da coroa. Ele não está aqui para o público zombar”. Mas, ainda que estivesse incomodado com a situação, acabou devolvendo a luva para ela.

6 – Joia cara

Quando se está de passagem, algumas pessoas acabam entrando em praticamente todos os lugares que chamam sua atenção, mesmo que não esteja adequado a sua condição financeira. Na maioria das vezes, a intenção acaba sendo apenas olhar. Mas, dessa vez, a visita acabou custando caro. Depois de entrar em uma joalheria no sudoeste da China, uma mulher acabou experimentando um bracelete realmente caro. O seu custo era de US$ 44 mil e, quando descobriu o valor, tirou a joia as presas.

O problema foi que, ao fazer isso, ela acabou caindo e se partindo ao meio. Esse dano, claramente, deixou a mulher em pânico. E, apesar de terem tentado acalmá-la, ela ficou tão desesperada que desmaiou. Eles entraram na justiça em busca de um acordo para compensar o dano.

7 – Efeito dominó

Você já brincou de empilhar dominós e depois derruba-los em uma sequência? Provavelmente sim e, infelizmente, foi exatamente isso que essa mulher fez com cerca de 11 peças de arte. Elas pertenciam ao artista Simon Birch e estavam da 14th Factory, em Los Angeles. E, no geral, consistiam em uma exposição de delicadas coroas. Sendo que, depois de um efeito dominó trágico, parte delas acabaram sendo destruídas e causando um prejuízo de 200 mil dólares.

8 – Turistas assassinos

Depois de encontrarem um filhote de golfinho em uma paia no sul da Espanha, o animal acabou se tornando uma especie de atração turística que resultou em morte. Isso porque, durante algum tempo, ele acabou servindo de boneco para as fotos dos turistas. E, para que ela ficasse “perfeita”, eles o seguraram, apertaram e até o tiraram da água. Para se ter uma ideia, fotos mostraram pessoas prendendo a sua boca.

A equipe de resgate dos fuzileiros navais acabou sendo acionada e chegou no local depois de 15 minutos. Mas, infelizmente, já era tarde de mais. Os especialistas afirmaram que ele morreu devido ao choque e insuficiência respiratória causada pelo acumulo de pessoas a sua volta.

É triste ver o que essas pessoas acabaram fazendo, conscientemente ou não. Principalmente se pensar que a maioria delas foi causada por algumas simples fotografias. E vocês, o que acharam? Comenta aí qual foi a pior na sua opinião!

Essa matéria 8 coisas terríveis que os turistas fizeram recentemente foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 coisas que você pode fazer para pagar muito pouco quando for viajar

Viajar está no topo das metas para diversas pessoas do mundo. Muitos vivem buscando conhecer o máximo de lugares e culturas antes de morrer. O nosso planeta é extremamente rico e se fizermos um tour por todos os continentes, voltaremos para casa mais ricos do que muitos milionários. Ricos de cultura, de conhecimento e, claro, de histórias. No entanto, planejar uma longa viagem não é tarefa simples e as condições financeiras podem não estar a nosso favor. Buscamos realizar os nossos sonhos gastando a menor quantidade de dinheiro possível. E, acredite ou não, existem vários métodos que podem te ajudar a economizar muito dinheiro na hora de sair de férias.

Se planeja viajar em breve, essa matéria foi feita exclusivamente para você. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou para vocês algumas coisas que podemos fazer para pagar muito pouco quando for viajar. Se você tiver algum método que não listamos, manda pra gente aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos. Agora, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se com tudo isso.

1 – Monte melhor as rotas

Combinar linhas aéreas e demais meios de transportes como metrôs e ônibus ajuda muito na economia. Busque comprar passagens para grandes centros e em seguida opte por outros transportes para cidades mais afastadas. Isso fica mais barato do que voar diretamente para lá.

2 – Não alugue carros

Opte por passeios a pé ou de bicicleta. Além de conhecer melhor o local em que está, vai economizar muito por motivos óbvios. Isso ainda pode te fazer perder muito tempo, pois é mais difícil conciliar um carro do que uma bicicleta dentro de uma cidade.

3 – Busque ofertas

Se decidir viajar, não compre de cara um pacote sem antes pesquisar. Caso vá montar o seu próprio pacote de viagem, procure por passagens em promoção e hotéis na cidade que oferecem descontos. Procure ainda por descontos em passagens no seu destino. Por exemplo, no Reino Unido se você compra uma passagem de trem, pode ganhar outra gratuitamente.

4 – Leve menos coisas na mala

Viajar com o mínimo de malas é a melhor coisa que podemos fazer para economizar dinheiro. Isso porque pagamos pelo peso da nossa bagagem em um avião e ainda pode dificultar na hora de caminharmos, fazendo com que precisemos de um táxi ou coisa do tipo.

5 – Opte por apartamentos

Os apartamentos possuem diversas vantagens. Você pode ter uma cozinha para preparar o seu alimento ao invés de pagar caro em um jantar. Além disso, é ainda bem confortável do que um hotel.

6 – Visite museus gratuitos

Alguns museus cobram caríssimo para você conhecê-los. Isso não faz eles mais interessantes do que os gratuitos. Opte por conhecer a cultura do lugar sem gastar dinheiro e isso fará bastante diferença no seu bolso.

7 – Não fique em datas específicas

Programe-se de acordo com o calendário da companhia de voo e sempre busque voos em baixas temporadas.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Essa matéria 7 coisas que você pode fazer para pagar muito pouco quando for viajar foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Essas foram 5 vezes que obras da ficção arruinaram a vida real

Já imaginou como deve ser legal participar das gravações de um programa, de um filme ou até mesmo de uma série? Principalmente se forem bastante conhecidos mundo afora. Deve dar aquele frio na barriga misturado ao sentimento de que você está fazendo algo importante. Bem, pode até ser que role isso para a maioria das pessoas, no entanto, outras acabam se dando mal, mesmo não estando diretamente envolvidas nas gravações.

Como já dizia o ditado: o show tem que continuar! Mas há uma mensagem implícita aí, querendo dizer que o show deve continuar mesmo que alguém se ferre com isso. E acredite, quando se trata de Hollywood e suas produções, é exatamente assim que as coisas acontecem. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 5 vezes que obras da ficção arruinaram a vida real. Confere aí!

1 – Assustando os vizinhos

Se você está em uma cidade onde um filme está sendo gravado, é normal que já espere enfrentar algumas situações inusitadas, desde que esteja sabendo o que está acontecendo. Por exemplo, se às 2 horas da madrugada você escuta barulhos de tiros e polícia por todos os lados, naturalmente acredita que algo bastante tenso está acontecendo. A reação natural é ligar para pedir socorro. No entanto, se tem consciência de que aquilo acontecerá naquela noite, por se tratarem de gravações de um filme, é claro que fica aliviado.

Acontece que, durante as gravações do filme Cleveland, a produção simplesmente se esqueceu de avisar os moradores do que estaria por vir. Então, quando deu 2 horas da madrugada, a equipe começou a “disparar tiros” e encenar acidentes. As pessoas ficaram extremamente preocupadas, acreditando que estavam sofrendo um ataque terrorista. Os bombeiros e a emergência receberam dezenas de ligações, mas tudo não passava de algo fictício.

2 – Morar perto dos cenários é um verdadeiro inferno

Existem alguns lugares pelo mundo que são bastante populares e se transformam em cenário para diversas produções cinematográficas. Isso faz com que os moradores nas proximidades vivam em um constante inferno. Nick Shcherban que o diga. Ele mora em uma cidade de Toronto, chamada Riverdale. Exatamente ao lado de sua casa, há uma residência abandonada perfeita para filmes de terror. E, bem… É exatamente nisso que ela vive se transformando.

Uma das últimas experiência do homem foi durante as gravações do filme IT: A Coisa, adaptação do livro de Stephen King. Ele conta que a equipe de produção montou centenas de ares-condicionados que tinham o tamanho de um carro. Sua casa tremia sem parar. As luzes do set invadiam suas janelas e os membros da equipe fumavam praticamente dentro de sua garagem.

O filme Fahrenheit 451 também teve cenas gravadas na casa ao lado. Mas ele conta que desta vez resolveu apelar. Mandou a esposa passar uns dias na casa da irmã, até as gravações finalizarem. Então, todos os dias ligava seu som no volume máximo pois sabia que atrapalharia a produção, tanto quanto eles o atrapalhavam. A atitude o fez parar na delegacia, mas ficou tudo certo depois.

3 – Você pode acabar se transformando em um criminoso

Você deve ao menos conhecer a série chamada CSI. Existem diversas versões, com diversos roteiristas, mas o princípio é sempre o mesmo: peritos criminais que resolvem crimes horríveis e colocam os criminosos na cadeia. Para produzir tantos episódios, é comum que os escritores se inspirem em casos reais e apenas troquem os nomes dos personagens, para evitar ações judiciais. No entanto, aconteceu algo completamente inverso em um dos casos.

Sarah Goldfinger, que era uma dos roteiristas da série, escreveu um episódio em que os principais personagens se chamavam Scott e Melinda Tamkin, sendo que Scott era o assassino e Melinda a vítima. No entanto, com estes nomes ela acabou acertando um casal que realmente tinha tais nomes. Eles se sentiram completamente ofendidos e decidiram processar a roteirista.

No entanto, por incrível que pareça, eles acabaram perdendo a ação. Isso porque a justiça determinou que o casal da série não tinha filhos, enquanto o casal da vida real tinha três. Portanto, concluíram que não tinha nenhum tipo de relação.

4 – Imagens usadas sem autorização

Por volta do ano de 1975, a Disney exibia um programa de TV que continha conteúdos racistas. No entanto, eles acabaram usando as imagens que haviam feito em uma escola infantil, da professora e de seus alunos. Todos acreditavam que aquelas fotos apenas seriam usadas para o anuário da escola, mas a equipe responsável começou a usá-las de forma manipulada.

Na edição, colocaram vozes que não condiziam com a realidade e diziam coisas preconceituosas e racistas. A imagem de crianças de 6 anos de idade era constantemente utilizada. A professora e os pais decidiram entrar em uma ação judicial contra a empresa.

5 – Corpos reais sendo usados em cenas de autópsia

Imagine que você perdeu tragicamente um parente e ainda sente a dor disso. Mas anos se passaram e a situação já deu uma amenizada, no entanto, você resolve assistir a um drama policial e, da forma mais chocante possível, encontra seu parente nas cenas de abertura, onde o personagem realiza uma autópsia em um corpo pálido que você um dia conheceu muito bem.

O pior da situação é que você nunca autorizou o uso de imagens. Simplesmente usaram as imagens tão pesadas, sem ao menos te avisarem. Foi exatamente o que aconteceu com Hilda e Jessica Abarca, que decidiram assistir Southland e se depararam com a cena horrível. Entraram então com uma ação judicial por violação de privacidade e uso indevido de imagem.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Essa matéria Essas foram 5 vezes que obras da ficção arruinaram a vida real foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.