Deus Salve o Rei: Catarina é traída e tem final trágico

Catarina em Deus Salve o Rei (Foto: Divulgação)

Em Deus Salve o Rei, novela da faixa das 19h da Rede Globo, Catarina (Bruna Marquezine) será traída por Lucíola (Carolina Ferman) e condenada à morte.

Nos próximos capítulos da trama medieval escrita por Daniel Adjafre, Lucíola será ouvida no julgamento da vilã e contará tudo o que sabe.

Lucíola ficará frente a frente com o rei Augusto (Marco Nanini), a criada fiel à Catarina cederá e trairá a rainha má, revelando todos os podres e crimes cometidos pela rival de Amália (Marina Ruy Barbosa).

+Gracyanne Barbosa revela segredo, fala sobre orgasmo na academia e choca com aparência

Com provas o suficiente, Catarina será julgada e condenada à forca no último capítulo do folhetim que irá ao ar no próximo dia 30 de julho.

MAIS SOBRE DEUS SALVE O REI

Lucrécia (Tatá Werneck) descobrirá que está grávida de Rodolfo (Johnny Massaro) em Deus Salve o Rei.

Depois de passar a noite com o rapaz, “a melhor de suas vidas”,  a jovem sentirá ânsia de vômito toda vez que olhá-lo. O ex-rei questionará se há algo de errado com a mulher. “Não! Quer dizer, não sei. Eu olhei para você e senti um leve mal-estar”, declarará Lucrécia. “Impossível. A visão da minha bela face só costuma gerar desejo, admiração. Mal-estar, jamais! Você deve apenas ter feito um movimento brusco. Vire-se novamente. Dessa vez, bem devagarinho”, pedirá o homem.

+Roberto Bonfim desabafa sobre cena de expulsão de Rosa em Segundo Sol e revela detalhes

Ela terá novamente um forte enjoo. “De novo! Agora mais forte! Eu estou sentindo uma vontade de…”, comentará ela, correndo para o banheiro. Ele indagará se pode ajudá-la. “Pode! Saia do quarto! Não sei o que eu tenho, mas não consigo olhar pra você que me dá isso”, falará Lucrécia.

7 efeitos colaterais da masturbação no corpo humano

A masturbação ainda é um grande tabu para muitas pessoas. Falar sobre esse assunto, pode gerar desconforto e constrangimento para alguns. No entanto, se masturbar é amplamente recomendado por profissionais da área da saúde do mundo todo. Uma vez que através da prática, a pessoa passa a conhecer melhor o seu corpo, e isso pode ter influenciar significativamente nossa auto estima.

Mas, como qualquer outra coisa na vida, a prática da masturbação requer certos cuidados e deve acontecer em equilíbrio com outras atividades de seu dia a dia. Tudo a fim de se evitar problemas e consequências ruins. Hoje, listamos alguns efeitos colaterais que podem ocorrer em nosso corpo devido a esta prática, que pode ou não se tornar algo prazeroso e saudável. Confira!

1 – Dores

Se o tempo for excessivamente prolongado ou a frequência com que se realiza o ato for alta, pode ser que a pessoas possa vir a sentir dores nos órgãos genitais.

2 – Feridas e Arranhões

A utilização de objetos para a prática pode ocasionar em arranhões e machucados na região genital. Isso ocorre devido à fricções que podem acarretar nas lesões.

3 – Inchaço e obstrução da passagem do sangue

Ao penetrar objetos rígidos e com passagem apertada, pode ser difícil retirá-los. E caso isso aconteça, é melhor procurar ajuda profissional o mais rápido possível, uma vez que as consequências podem se tornar irreversíveis.

4 – Aumento do nível de testosterona

Quanto mais sexo se faz, mais vontade se tem de fazer. Isso, porque há estimulo constante dos hormônios sexuais. O mesmo acontece com a masturbação.

5 – Infecções e micoses

A mão suja ou a utilização de objetos que não foram adequadamente higienizados pode acarretar em sérios problemas. Principalmente nas mulheres, que possuem maior suscetibilidade a este tipo de problema.

6 – Vício

A masturbação estimula uma resposta de recompensa no cérebro, e como qualquer outra atividade que gere esse tipo de ação em nosso cérebro, é possível que alguém se torne viciado na química de um orgasmo.

7 – Ansiedade

De acordo com a conselheira profissional e terapeuta, Dee Wagner, algumas pessoas podem utilizar a masturbação como uma maneira de evitar a intimidade com outras pessoas. O que pode vir a causar ansiedade e isolamento social.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Essa matéria 7 efeitos colaterais da masturbação no corpo humano foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 artistas de rua que embelezam as paredes das cidades do mundo todo

Com certeza você já parou para observar as paredes das diferentes cidades que já visitou. Muitas delas possuem desenhos, grafites e frases. Esses acrescentam graça e vida aos muros, edifícios e paredes das cidades.

Os artistas de rua são os maiores responsáveis por essa beleza urbana. Seus trabalhos devem ser valorizados e exaltados, afinal, são eles que enchem as paredes de graça com suas obras inspiradoras e exuberantes. Confira essa lista de alguns artistas de rua que deixam suas marcas no mundo todo:

 

1 – Os gêmeos

Conhecidos como “os gêmeos”, esses irmãos formam uma dupla de grafiteiros de São Paulo. Seus nomes reais são Otávio e Gustavo Pandolfo. Eles são formados em desenho de comunicação pela Escola Técnica Estadual Carlos de Campos.

Os gêmeos começaram a fazer grafites em 1987 no bairro em que nasceram. Com o passar do tempo, tornaram-se uma das influências mais importantes na cena paulistana, ajudando a definir um estilo brasileiro de grafite.

Os trabalhos da dupla estão presentes em diferentes lugares como Estados Unidos, Inglaterra, Canadá, São Paulo, entre outros. Eles abordam temáticas como retratos de família e crítica social e política.

 

2 – ROA

O artista de rua belga chamado ROA cria suas obras de acordo com o que pretende transmitir. Ele tem em seu estilo traços nas cores preto, branco e vermelho, embora também crie obras utilizando cores vibrantes. O artista de rua ROA participou de um projeto artístico em Djerba (na Tunísia), chamado Djerbahood. Ele criou uma série de obras imensas feitas em construções abandonadas no deserto. O artista deu grande destaque para o contraste entre a paisagem e desenhos de animais marinhos.

3 – James Reka

As pinturas do artista australiano James Reka, também conhecido como RekaOne, são inspiradas no cubismo, arte deco, arte moderna e também na Grécia antiga. Reka já deixou sua marca registrada em diversos países como Dinamarca, França, Estados Unidos, Milão e Canadá. Suas obras são bastante coloridas e minimalistas. Reka começou sua carreira como grafiteiro nos anos 90 e depois começou a fazer artes de rua.

4 – Escif

Escif é um artista de rua de Valência, Espanha. Ele transforma e modifica lugares como grandes edifícios, casas abandonadas até simples muros que são parte do nosso cotidiano. Seu trabalho pode ser encontrado na Espanha, Polônia, São Francisco, México e muitas outras cidades. O artista já expressou em suas obras temáticas como o abandono de uma casa, os elementos em série de um grande edifício e as ruas cinzentas de uma cidade.

5 – Phlegm

Phlegm é um muralista e artista da cidade de Sheffield, na Inglaterra. No começo de sua carreira, o artista desenvolvia suas ilustrações em quadrinhos autopublicados. O nome “Fleuma” se originou dos quatro temperamentos da medicina grega antiga: sangue, bile amarela, bile negra e fleuma. O ilustrador não gosta muito de falar sobre sua vida. Ele simplesmente cria os seus personagens com uma simples lata de spray, e assim deixa suas marcas em murais do mundo todo.

6 – Aakash Nihalani

Aakash Nihalani nasceu em 1986 na cidade de Queens, Nova York. O artista trabalha atualmente no Brooklyn. Em 2008, ele recebeu um BFA da Steinhardt School, New York University e em 2012 recebeu uma residência no estúdio Willem de Kooning em East Hampton. Nihalani chama atenção das pessoas criando ambientes que podem ser fisicamente inseridos e explorados de vários ângulos. Suas obras podem ser encontradas em prédios, portas e outros objetos.

7 – Moneyless 

Teo Pirisi, também conhecido como Moneyless, nasceu em Milão e adora pesquisar e investigar diferentes aspectos de formas e espaços geométricos. Moneyless se formou em curso de multimídia, na Carrara Fine Arts Academy. Ele desenvolveu uma carreira artística baseada em obras de arte feitas em espaços públicos, bem como pontos abandonados. Atualmente Teo é designer gráfico e ilustrador freelancer. Nos últimos anos, ele fez várias exposições coletivas e pessoais na Itália e no mundo todo.

Essa matéria 7 artistas de rua que embelezam as paredes das cidades do mundo todo foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Cobrir o vaso com papel higiênico aparentemente não funciona, muito pelo contrário

Já fizemos uma matéria com as 14 coisas que todo mundo faz no banheiro mas não deveria, e hoje viemos dar um alerta para os nossos leitores. Quando você vai em um banheiro público ou mesmo em um banheiro que não seja na sua casa, você também tem o costume de cobrir o assento do vaso com papel higiênico? A maioria das pessoas fazem isso, principalmente em casos envolvendo banheiros públicos.

De certo modo essa prática faz até sentido, até porque, evitamos de fazer contato direto com o assento que foi usado por muitas pessoas desconhecidas. Mas na teoria forrar o assento não é tão higiênico assim, ao menos segundo alguns especialistas. A gente conta porque você não deve forrar o vaso quando for usá-lo.

Por que não devemos cobrir o vaso com papel higiênico?

Só para vocês terem uma noção, um estudo feito em 1991 entrevistou 528 mulheres de uma clínica de ginecologia e obstetrícia. Os pesquisadores descobriram que 85% das mulheres entrevistadas urinam agachadas ou sobre o assento. Já cerca de 12% forram o assento com papel antes de se sentar e 2% disseram se sentar encostando realmente no vaso.

Segundo Jason Tetro, autor do livro “The Germ Code: How to Stop Worrying and Love the Microbes” (O código dos germes: Como parar de se preocupar e passar a amar os micróbios, em tradução livre) e microbiólogo, cobrir o vaso é um erro. Ele diz que ‘a menos que você lamba o assento, não há risco de pegar uma infecção’.

Existem milhares de bactérias no vaso, isso é um fato. Porém o problema é a ausência de uma porta de entrada no seu corpo para tais bactérias. Como o papel higiênico é projetado para absorver, isso também envolve a absorção de todos os germes e bactérias perigosas. Querendo nós ou não, o papel higiênico entra em contato com as bactérias.

Por outro lado, os assentos da maioria dos banheiros públicos costuma ser de um material que impede a proliferação de bactérias e outros microorganismos.

Sendo assim, caros leitores, a coisa é bem ao contrário do que a maioria das pessoas pensam. Enquanto a gente acha que o papel higiênico está nos protegendo, na verdade ele está convidando mais germes a entrarem em contato com o nosso corpo.

Mas e você, também sempre recorre a esse recurso? Não esqueça de comentar aqui embaixo!

Essa matéria Cobrir o vaso com papel higiênico aparentemente não funciona, muito pelo contrário foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 características que você não sabia que podia herdar de seus familiares

É normal analisarmos os traços físicos de uma pessoa e buscarmos características físicas semelhante em seus pais. Você provavelmente já deve ter ouvido alguém comentar o quanto você se parece com um deles. Mas, não é comum que as pessoas percebam traços ligados ao nosso comportamento e os associe a fatores genéticos.

Nosso DNA é capaz de armazenar mais coisas do que podemos imaginar e muito do nosso comportamento pode ser culpa dos genes. Aqui na Fatos Desconhecidos já escrevemos sobre 7 resultados chocantes envolvendo testes de DNA e como a terapia genética pode revolucionar o tratamento da depressão. Confira!

1 – Fobias

Nossas memórias podem ser transferidas de geração em geração. Um estudo realizado com camundongos treinados para evitar qualquer cheiro relacionado com flores de cerejeiras provou que, a parte do DNA responsável pela sensibilidade a esse cheiro, estava mais ativa no espermatozóide dos camundongos.

Dessa forma, os filhos e os netos desses camundongos eram bem mais sensíveis a esses cheiros, embora não houvesse um “motivo” aparente, provando que experiências traumáticas podem influenciar nosso DNA e as gerações consequentes.

2 – Extroversão

Alguns traços em nosso caráter são adquiridos conforme o passar do tempo. O mesmo ocorre com nosso amadurecimento. No entanto, alguns desses traços já estão conosco desde nosso nascimento, através do DNA. A extroversão, por exemplo, pode ser herança de seus antepassados e não necessariamente porque você simplesmente é assim. Alem do mais, há uma correlação genética entre a extroversão e o Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH).

3 – Senso de humor

Muitas pessoas pensam que o senso de humor seja algo adquirido. Também acredita-se que seja influenciado diretamente pelo ambiente em que a pessoa cresceu. Porém, foi descoberto que pessoas com um alelo curto do gene 5-HTTLPR são mais suscetíveis a reações positivas como sorrir e dar boas risadas mais frequentemente. O resultados foram comprovados mesmo analisando fatores como idade, gênero e etnia.

4 – Suscetibilidade ao estresse

A suscetibilidade ao estresse é algo que pode ser transferido através da genética. Se uma mãe durante a gravidez passa muito estresse, há um grande risco de que o bebê seja mais suscetível a isso futuramente. E, mesmo se os pais forem pessoas estressadas antes da gestação, ainda há um risco, pois o estresse crônico pode danificar os cromossomos. No entanto, isso pode ser revertido através de terapia comportamental.

5 – Suscetibilidade a vícios

Nossos genes são 40%-60% responsáveis pelo desenvolvimento de vícios. Pessoas cujos receptores de Dopamina não funcionam tão bem quanto deveriam podem ser mais suscetíveis a usar drogas que causam dependência.

6 – Capacidade de descansar mesmo dormindo pouco tempo

Mesmo dormindo menos do que 5 horas por dia, algumas pessoas ainda conseguem se sentirem renovadas e bem descansadas. E isso é culpa de um gene, o p.Tyr362His. Pessoas com essa variação genética não só podem dormir menos e se sentirem bem, quanto conseguem realizar suas tarefas sem nenhum problema, mesmo ficando acordadas seguidamente por cerca de 38 horas.

7 – Musicalidade

O talento musical pode ser mais influenciado pelos genes do que necessariamente pela prática. Especialmente se tratando de reconhecer tons e ritmos. Um estudo provou que mesmo algumas pessoas praticando menos, podiam apresentar melhores resultados do que as demais, de acordo com sua disposição genética.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Essa matéria 7 características que você não sabia que podia herdar de seus familiares foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Com sucesso, Iggy Azalea e Tyga realizam primeira performance de “Kream”

Após ter lançado neste mês seu primeiro single de seu mais novo trabalho “Survive The Summer”, Iggy Azalea e Tyga realizaram nesta terça(17) a primeira performance de “Kream”, assista:

A canção abriu portas para o retorno da rapper ao mundo da música. A intérprete de “Fancy” não lançava nenhum material novo desde “Savior”, com Quavo, lançada em março. “Kream” já conta com mais de 34 milhões de visualizações no YouTube e está indo muito bem nas plataformas de streaming.

 

 

O post Com sucesso, Iggy Azalea e Tyga realizam primeira performance de “Kream” apareceu primeiro em Portal Famosos Brasil.

Gravadora pode ter revelado data de lançamento do novo single de Marina And The Diamonds

Após anunciar que faria seu comeback ao mundo da música durante o outono norte-americano, o mais novo single de Marina And The Diamonds pode ter ganhado data de estreia.

Com carta aberta, Marina And The Diamonds anuncia retorno musical com novo álbum

Através de seu Twitter, a conta oficial da Neon Gold Records, sua gravadora, anunciou um lançamento para o dia 29 de setembro e ao invés de usar pontos eles usam diamantes (símbolo oficial da cantora).

Será?

Confira:

O último trabalho de Marina foi o álbum “FROOT”,  de 2015

O post Gravadora pode ter revelado data de lançamento do novo single de Marina And The Diamonds apareceu primeiro em Portal Famosos Brasil.

7 fatos sobre o Vile Vortices, os “cemitérios do diabo” na Terra

Um cientista procurou respostas para a morte misteriosa de seu filho no deserto da Argélia. Durante a busca, ele descobriu um vórtice de atividade inexplicável semelhante ao Triângulo das Bermudas.

A investigação do cientista resultou na descoberta de mais onze Vile Vortices espalhados no mundo inteiro. Nesses lugares ocorreram alguns dos acontecimentos mais assustadores do planeta. Confira 7 fatos sobre o Vile Vertices, os “cemitérios do diabo” existentes na Terra:

 

1 – O vértice vil mais famoso é do Triângulo das Bermudas, situado entre as Bermudas, a Flórida e Porto Rico


Também conhecido como Triângulo do Diabo, este trecho de mar situado entre as Bermudas, Flórida e Porto Rico, já foi palco de muitos supostos desaparecimentos. Nos últimos 100 anos, cerca de 20 aviões e 50 navios desapareceram enquanto atravessavam o lugar. Muitas explicações paranormais para o ocorrido surgiram ao longo da história, como objetos voadores não identificados e a possível tecnologia da cidade perdida de Atlantis.

2 – Apenas o Pólo Norte e o Pólo Sul não são considerados vórtices equidistantes


Os outros 10 vórtices remanescentes apresentam praticamente a mesma distância e estão igualmente espalhados nos dois hemisférios da Terra.

3 – O segundo vórtice vil é os megálitos argelinos que estão localizados ao sul de Timbuktu


Monumentos megalíticos são formações rochosas bastante misteriosas. Muitas pessoas acreditam que essas construções são dotadas de energias e forças estranhas. Certa vez, o estudioso de monumentos pré-históricos, Paul Devereux, afirmou que essas ruínas antigas funcionam como condutores de uma força inexplicável, chamada “energia telúrica”. As ruínas localizadas no sul de Timbuktu foram consideradas o segundo vórtice vil pois aconteceram múltiplos desaparecimentos no local.

4 – O terceiro vórtice é o das Ilhas da Páscoa no Oceano Pacífico do Sudeste


Páscoa é uma ilha da Polinésia oriental, localizada no Sul do Oceano Pacífico, de origem vulcânica. A ilha é considerada o pedaço de terra mais isolado do mundo.
Esse lugar abriga as misteriosas Estátuas Moais, esculpidas a partir das pedras do vulcão Rano Raraku, distribuídas em diversos santuários que tinham em média 5 estátuas. Estudiosos acreditam que essas esculturas tenham sido obra de alienígenas. Além disso, a ilha também abriga os bizarros escritos de rongorongo.

5 – O quarto vórtice é o vulcão Hamakulia, encontrado nas ilhas havaianas


Esse vulcão submerso localizado no Havai é responsável por estranhos desaparecimentos de navios e aviões. É importante ressaltar que esse vulcão é considerado um lugar bastante perigoso, portanto é possível acontecer muitas tragédias. Ele é formado por ondas turbulentas, erupções de gás e ventos estranhos.

6 – O quinto vórtice é o Triângulo do Dragão


O Mar do Diabo, também conhecido como triângulo do dragão, está localizado no Oceano Pacífico, próximo a Ilha Miyake. Muito se fala que essa área foi responsável pelo desaparecimento de 5 navios militares japoneses entre os anos de 1952-1954. Uma embarcação de cientistas foi enviada para investigar o caso, e esse também desapareceu. Parece que o local é realmente amaldiçoado.

7 – O sexto e sétimo vórtice são o Pólo Norte e Pólo Sul


Ambos os pólos são praticamente desabitados durante a maior parte do ano pois permanecem sem iluminação solar por vários meses. Esse é um dos motivos que os pólos são considerados cemitérios amaldiçoados.

Essa matéria 7 fatos sobre o Vile Vortices, os “cemitérios do diabo” na Terra foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

28 fatos rápidos que definitivamente parecem mentira

A vida é uma caixinha de surpresas. Há muitos fatos por aí que soam inacreditáveis ​​demais para ser verdade.

Você sabia, por exemplo, que um dia em Vênus dura mais de um ano? Ou que alguns animais nascem grávidos?

Estes fatos não devem ser confundidos com a abundância de fake news que existem por aí. Ou crenças amplamente difundidas que se revelam erradas.

Usando tópicos em fóruns e artigos publicados anteriormente em uma vasta gama de fontes na web, aqui estão 28 fatos que soam tão estranhos, que você pode achar que são falsos.

1 – Um dia em Vênus equivale a mais de um ano na Terra

2 – De todos os seres humanos que já habitaram nosso planeta, cerca de 7% corresponde aos que estão vivos hoje.

3 – Um frango chamado Mike viveu sem cabeça por 18 meses.

4 – Há uma espécie de tubarão que pode viver por cerca de 500 anos.

5 – O Livro Guinness dos Recordes Mundiais foi criado para por fim aos argumentos sobre a ave de caça mais rápida da Europa.

6 – Alguns perus podem nascer espontaneamente através de um processo chamado Partenogênese.

7 – As crianças não tem os ossos da patela até terem cerca de três anos de idade.

8 – Os pulgões dão à luz a outros pulgões que já nascem grávidos.

9 – Se você deixar uma massinha mágica cair de uma grande altura, ela vai quebrar ao invés de amassar

10 – Um camarão Mantis pode perfurar qualquer coisa com a força de uma bala de calibre 22.

11 – Uma colher de chá de uma estrela de nêutrons é igual ao peso de cerca de 900 pirâmides de Gizé.

12 – A Nintendo foi fundada em 1889.

13 – A França executou a última pessoa por guilhotina no mesmo ano em que “Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança” foi lançado.

14 – Um urso que lutou pela Polônia na Segunda Guerra Mundial foi promovido ao posto de cabo.

15 – Uma pizza grande é maior do que duas pizzas médias, se contarmos as polegadas quadradas do alimento.

16 – Segundo um artigo da Nature, há mais árvores na terra do que estrelas na galáxia.

17 – Harvard foi fundada antes do cálculo ser criado.

18 – A Universidade de Oxford é mais antiga que o Império Asteca.

19 – Mais pessoas vivem em Bangladesh do que na Rússia.

20 – Em uma sala com 23 pessoas, há uma chance maior que 50% de que duas pessoas tenham a mesma data aniversário.

21 – Betty White é mais velha que a invenção do pão de forma.

22 – Gary Oldman é mais jovem que Gary Numan.

23 – A Grande Baniana (maior árvore do mundo), tem um comprimento superior ao do maior supermercado da rede Walmart.

24 – A Força Aérea dos EUA perdeu uma bomba nuclear em algum lugar da costa da Geórgia.

25 – Cleópatra viveu mais perto da época da fundação do Pizza Hut do que quando as pirâmides egípcias foram construídas.

26 – O caju é um pseudofruto. Na América do Norte, por exemplo, poucas pessoas sabem que existe o fruto do caju.

27 – O mel não tem data de validade.

28 – Cenouras ‘baby’ são feitas em máquinas especiais e foram criadas em 1986

Essa matéria 28 fatos rápidos que definitivamente parecem mentira foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 últimas imagens e vídeos de animais antes da extinção

Os animais extintos são aqueles que desapareceram na natureza por diversos motivos. Alguns causados por fenômenos naturais ou até pela intervenção humana. O último é realmente lamentável. Os principais motivos incluem mudanças climáticas, pesca, caça e contaminação do solo, da água, do ar, além da destruição de habitats.

Quando pensamos em animais extintos, é normal lembrarmos de dinossauros e outras criaturas pré-históricas. Entretanto, existem muitos animais já extintos como aves, tigres, leões, cobras, rinocerontes. Felizmente, alguns desses animais sobreviveram tempo suficiente para serem registrados através de vídeos e fotos. Confira essa lista de animais que já entraram em extinção, os quais foram fotografados e filmados:

1 – Quagga

O quagga é uma subespécie extinta da zebra das planícies. Esse animal vivia na África do Sul desde o final do período Pleistoceno até o século XIX. O quagga se parece com a mistura de duas espécies diferentes – zebra e cavalo. A parte da frente do corpo possui listras brancas como a zebra e a parte de trás é marrom, como a de um cavalo.

Esses animais já foram encontrados no Karoo da Província do Cabo e na parte sul do Estado Livre de Orange na África do Sul. Eles pararam de ser vistos após o início dos assentamentos dos holandeses, na África do Sul. Infelizmente, eles foram fortemente caçados, o que fez com que o quagga fosse extinto na natureza, em 1878. Alguns deles foram levados para um zoológico na Europa, e o último quagga visto morreu em Amsterdã, no dia 12 de agosto de 1883.

2 – Heath Hen

Heath Hen era uma espécie de galinha norte-americana extinta em 1932. Essa ave era bastante encontrada durante os tempos coloniais, porém começou a ser caçada para servir de alimento. Muitas pessoas especularam que o primeiro jantar do Dia de Ação de Graças dos peregrinos incluía galinhas e não o tradicional peru selvagem.
No final do século XVIII, a galinha entrou para o cardápio dos homens mais pobres. Devido à caça intensa, esses animais começaram a entrar em extinção. Em 1890, restavam cerca de 120 a 200 galinhas na ilha Martha’s Vineyard, perto do estado de Massachusetts.

No final do século XIX, restavam apenas 70. Em 1908, as aves foram protegidas por uma proibição de caça e logo a população cresceu para 2000 galinhas. Contudo, devido a vários motivos como um incêndio destrutivo e uma doença chamada Histomoniasis, os números começaram a diminuir rapidamente. Apenas uma galinha sobreviveu em 1928 em morreu em 11 de março de 1932.

3 – Leão-da-barbária


Também conhecido como Leão de Atlas ou Leão Núbio, o leão da Barbária é uma subespécie de leões que já foi extinta na natureza. O animal era encontrado no norte da África, especificamente no Egito e Marrocos. Os romanos os usavam no Coliseu para lutar com gladiadores. Seus números diminuíram muito em meados do século XIX. A última gravação registrada de um leão selvagem da Barbária, ocorreu em 1942, no Marrocos. Pequenos grupos de animais podem ter sobrevivido na Argélia até o início dos anos 1960 e no Marrocos, até meados da década de 1960, embora não existam provas.

4 – Tilacino

O tilacino era um animal semelhante a um cachorro, porém tinha uma bolsa abdominal como a dos cangurus. Eles foram chamados de “tigre da Tasmânia”, devido às suas listras transversais escuras que cobriam a parte de trás de seu corpo, semelhantes às dos tigres.

Acredita-se que o tilacino tenha sido extinto na Nova Guiné. Eles se tornaram praticamentes extintos na Austrália continental há 2.000 anos. Na Tasmânia, eles sobreviveram até a década de 1930. O último tilacino a ser morto na natureza foi filmado em 1930 por Wilf Batty, um agricultor de Mawbanna. O último exemplar visto foi preso em um cativeiro, também conhecido como “Benjamin”. Ele morreu no zoológico de Hobart em 7 de setembro de 1936.

5 – Pombo-passageiro

O pombo-passageiro era uma espécie extinta de pombo bastante encontrada na América do Norte. Sua população original foi estimada em cerca de 5 bilhões de indivíduos. O que faz dela uma das aves mais abundantes do planeta. Entre 1870 e 1900, o pombo-passageiro desapareceu. A caça e o desmatamento são as possíveis causas de sua rápida extinção.

Alguns pesquisadores acreditam também que o pombo-passageiro simplesmente não conseguiu sobreviver em bandos menores, pois isso era algo “incompatível com a ecologia social da espécie”. Esses pombos eram muito rápidos e podiam atingir a velocidade de 100 km por hora. Acredita-se que o último pássaro visto na natureza tenha sido baleado em 1901. O último pombo-passageiro preso em um cativeiro chamava-se Martha. Esse morreu no dia 1 de setembro de 1914, no Zoológico de Cincinnati.

6 –Laysan Rail

Esses pássaros foram encontrados por marinheiros russos em 1828, quando passaram pela ilha de Laysan, no Havai. Eles disseram que esses pequenos pássaros de 15 centímetros de comprimento eram os mesmos ou semelhantes às espécies encontradas em Lisianski. Embora pequenas, essas aves não tinham medo e iam atrás de moscas, mariposas e restos de carne de carcaças de aves.

A principal ameaça à sua existência aconteceu quando coelhos foram introduzidos em Laysan. Esses animais destruíram a vegetação, transformando a ilha de Laysan em uma tigela de poeira. Até o início dos anos 1910, havia cerca de 2.000 aves. Já em 1923, havia apenas duas. Oito pássaros foram levados as Ilhas Midway, mas dois morreram imediatamente devido à falta de comida e abrigo. A espécie foi extinta na ilha de Laysan em 1923.

7 – Tigre-de-java


O tigre javanês é uma subespécie de tigre extinta que costumava habitar na ilha indonésia de Java. No início do século XIX, eles eram tão comuns na ilha, que em algumas áreas, eram considerados nada mais que pragas. Então, eles foram impiedosamente caçados e envenenados. Como a população humana cresceu, os tigres de Java foram levados à beira da extinção devido a uma severa redução no habitat.

Em 1940, os tigres javaneses foram empurrados para montanhas e florestas remotas. Em meados da década de 1950, havia apenas 20 a 25 tigres em Java e em 1972, apenas sete a doze tigres.
Em 1989, foram encontradas marcas de tigres de Java, embora nenhum animal foi encontrado. Desde então, muitas pesquisas foram realizadas e até câmeras foram montadas. No entanto, não há indicação de tigres javaneses vivos em nenhum lugar.

Bônus

Dodô

O Dodô é um pássaro extinto há 3 séculos. A ave, que não conseguia voar, foi vista pela última vez em 1662, nas Ilhas Maurício. Ele era um grande pássaro de asas curtas e bico longo, o qual era capaz de quebrar as amêndoas mais duras que existiam na região. Não existem muitos relatos sobre o animal.

Entretanto, foi realizada uma recente amostra dos ossos do animal, a qual sugere que seus ovos eram chocados por volta do mês de agosto, e que os filhotes atingiam rapidamente o tamanho adulto. Segundo alguns relatos de marinheiros, encontrados em registros históricos, o animal costumava fazer a troca de penas em março. Segundo eles, sua plumagem era cinza e macia.

Essa matéria 7 últimas imagens e vídeos de animais antes da extinção foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.