Category Archives: Curiosidades

Curiosidades

15 coisas que você não sabia sobre as pirâmides do Egito

Construídas há milênios, as pirâmides egípcias ainda continuam a nos impressionar devido as suas grandes estruturas e aos mistérios que envolvem as suas construções. Entretanto, sabemos que sua maior finalidade era abrigar os restos mortais de faraós e antigos reis egípcios.

Ainda há muito o que descobrirmos sobre a cultura e os costumes da civilização do antigo Egito, incluindo nosso conhecimento sobre essas estruturas que têm resistido ao tempo por tantas eras. Hoje, trouxemos alguns fatos que vocês provavelmente não sabiam sobre as pirâmides egípcias e suas misteriosas criações. Confira!

Os mistérios e curiosidades

1 – Apesar de comumente associarmos as pirâmides aos hieroglifos, não há nenhum hieroglifo ou inscrições dentro da Grande Pirâmide de Gizé.

2 – Diferente do que muitas pessoas acreditam, as pirâmides podem ter sido construídas por trabalhadores que eram pagos regularmente, ao invés do serviço ter sido executado por escravos e prisioneiros.

3 – Muitas pessoas se perguntam como as pirâmides se mantiveram tão bem preservadas por todos esses anos. Acredita-se que seja devido à argamassa única utilizada. Porém, não se sabe exatamente do que ela é feita.

4 – Cada pirâmide, em média, levaria cerca de 200 anos para ser construída. Dessa forma, é possível que muitas foram construídas simultaneamente.

5 – A Pirâmide de Quéosp foi construída para se alinhar a direção do norte. Ela é, na verdade, o alinhamento mais preciso na direção norte do que qualquer outra estrutura no mundo.

6 – O peso da pirâmide de Quéosp é estimado em cerca de 6 milhões de toneladas.

7 – Algumas pirâmides foram cobertas com pedras de revestimento feito de calcário branco, altamente polidas. As pedras refletiam a luz do sol, de forma que as pirâmides brilhavam como pedras preciosas.

8 – Dentro das pirâmides, apesar do calor do clima desértico do lado de fora, a temperatura permanece relativamente constante, cerca de 20ºC.

9 – Estima-se que a Grande Pirâmide de Gizé foi construída com 2.300.000 blocos de pedra, pesando cada um entre 2 e 30 toneladas. Alguns deles podiam chegar a 50 toneladas.

10 – Os especialistas ainda não sabem ao certo como os blocos de pedras, usados nas construções das pirâmides,  foram trasportados e colocados em seus respectivos lugares.

11 – As técnicas de suas construções ao longo do tempo foram se desenvolvendo. As pirâmides mais antigas possuem um outro padrão.

12 – No século XII, o governante Al-Aziz tentou demolir as pirâmides de Gizé. No entanto, ele acabou desistindo da missão porque seria muito trabalhoso. Porém, a Pirâmide de Menkaure ainda possui marcas do atentado em sua face norte.

13 –  As pirâmides de Gizé são alinhadas com a constelação de Órion. As estrelas de Órion foram associadas com o deus do renascimento e da vida, Osíris, pelos antigos egípcios. Por isso, acredita-se que o posicionamento das pirâmides tenha sido proposital.

14 – Apesar de muitas divergências, acredita-se que o número de pessoas envolvidas na construção das pirâmides gire em torno de 100 mil.

15 – As pirâmides de Gizé são protegidas pela Grande Esfinge, a maior estátua monolítica do mundo. O rosto da esfinge, supostamente, representa a face do faraó Khafra.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Essa matéria 15 coisas que você não sabia sobre as pirâmides do Egito foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 maravilhas geológicas que você precisa conhecer

Viajar é de um longe um dos melhores hobbies que existem. E felizmente, há centenas de opções para se conhecer. Desde grandes cidades, até maravilhas geológicas criadas pela própria natureza, sem nenhuma intervenção humana, ou seja, a natureza em sua forma bruta e esplêndida.

Em algumas paisagens, chega a ser difícil acreditar que apenas a ação do tempo criou paisagens tão incríveis. Confira agora uma lista cheia de opções para você escolher o melhor destino para suas próximas férias.

1 – Pamukkale

Esta paisagem paradisíaca parece mais com um gigantesco algodão doce. É um conjunto de piscinas termais, formadas de calcário. Acontece que as formações rochosas subterrâneas fazem com que o carbonato de sódio se derreta e logo se solidifique, criando as cascatas de mármore, que se mesclam com as piscinas naturais.

2 – Fly Geyser

Isso parece ser um tipo de vulcão extraterrestre mas, na verdade, é apenas um geyser em Nevada, nos EUA. A cor diferente do geyser se deve a uma série de algas termofílicas, que têm como habitat natural locais úmidos e quentes, por isso a cor esverdeada e avermelhada.

3 – Kasha Katuwe Tent Rocks

Essas formações rochosas, estão localizadas no Novo México, também nos EUA. Elas são resultado de erupções vulcânicas que ocorreram a cerca de sete bilhões de anos atrás. Os formatos são uniformes, mas as alturas variam e criam uma paisagem fascinante.

4 – Danxia Landform

Este é um conjunto de formações rochosas localizadas na China. O nome “danxia” significa nuvem rosada e se refere a cor das rochas. Esse fenômeno se deve ao arenito avermelhado que surgiu da sedimentação, que ocorreu ao longo do tempo.

5 – Poço Encantado – Parque Nacional da Chapada Diamantina

Aqui está uma formação geológica brasileira, localizada em Salvador, na Bahia. O poço tem 36 metros de profundidade e a água é tão transparente que é possível ver o fundo do poço.

6 – Floresta de pedra

Conhecida como a primeira maravilha do mundo, o Shilin, fica na China. As rochas são feitas de calcário que são perpassados por água, o que corroí o solo, mas não as rochas.

7 – Salar de Uyuni

Este é um deserto de sal da Bolívia, na verdade, não é qualquer deserto de sal. Como também é o maior do mundo, em média são retirados do local mais de 25 mil toneladas de sal. A planície branca reflete o sol e cria um efeito de espelho, que faz com que o céu pareça infinito.

Essa matéria 7 maravilhas geológicas que você precisa conhecer foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Essa casa dobrável fica pronta em apenas 6 horas [Vídeo]

A maioria das pessoas sonham com a casa própria, mas o despendimento de dinheiro e tempo é bem grande até que esse sonho se realize. Mas com o avanço da engenharia, a construção civil está caminhando para um futuro onde casas não levarão nem mesmo um dia para ficarem prontas.

O projeto do arquiteto italiano, Renato Vidal, foi feito em parceria com a construtora Area Legno e pode ser a solução para as pessoas que querem ter um cantinho para chamar de seu, sem ter que lidar com os preços e o tempo gasto nas construções.

Projeto

O projeto arquitetônico é chamado de M.A.D.I. e ele consiste na construção de pequenas casas. Por mais que elas sejam pequenas, são aconchegantes e ficam prontas em apenas seis horas e com um custo muito baixo. Elas são construídas a partir de 33 mil dólares, que é aproximadamente 106 mil reais.

Os criadores do projeto explicam que a casa é feita basicamente de madeira e seu impacto ambiental é zero. Para essa casa ser montada é preciso apenas um guindaste, alguns poucos trabalhadores e, por conta do sistema dobrável do imóvel, ele dispensa a fundação de concreto.

Resistência

A casa parece ser de brinquedo ou até mesmo uma casa da árvore, mas os criadores garantem seu uso. O projeto tem estrutura resistente a terremotos e também pode ser uma alternativa como uma casa temporária, no caso das pessoas que perderam suas casas devidos a desastres naturais.

Elas ainda são autônomas na geração de energia porque têm painéis solares que foram desenvolvidos para ter um melhor aproveitamento da luz natural. Elas podem ter diferentes tamanhos entre 27 e 84 metros quadrados que assim atendem vários perfis de famílias.

Essa matéria Essa casa dobrável fica pronta em apenas 6 horas [Vídeo] foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Cientista mostra como é cozinhar a -78° C

Já pensou em se mudar do seu país e começar a viver uma vida totalmente diferente? Esse é um pensamento comum nas pessoas e o desejo por novas experiências faz com que elas escolham mudanças extremas. Essas mudanças envolvem a diversificação de cultura, culinária, oportunidades de empregos e, é claro, clima. Uma pessoa que viveu a vida inteira em um país tropical, quando busca mudança, opta por lugares mais frios e, se possível, nevados. Assim acontece com o oposto. Uma pessoa que viveu vários anos em um lugar onde a neve é frequente, busca viver em lugares quentes e calorosos.

Cyprien Verseux é um astrobiólogo que atua profissionalmente na Estação Científica Concordia, na Antártida. Verseux dedica parte do seu dia escrevendo sobre sua vida e sobre as condições de vida extremas no local. Ele compartilha tudo em seu Twitter. O que mais chamou a atenção foi o compilado de fotos mostrando como é cozinhar coisas comuns num frio de -78°C.

Pensando um pouco sobre isso, nós resolvemos trazer essa matéria para cada um de vocês, caros leitores. Listamos algumas imagens que o cientista mostrou cozinhando a -78°C. Se você tiver alguma imagem semelhante e quiser mandar pra gente, comenta aí embaixo. Aproveite para compartilhar essa matéria com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

1 – Queijo raclette que não passou muito tempo derretendo

2 – Macarrão enrolado no garfo

3 – Assim que se passa mel no pão

4 – Ovo frito é uma comida quase impossível de se comer

5 – Pão com Nutella?

6 – O que acontece quando se derrama água fervente da garrafa térmica

7 – O autor das fotos

E aí, o que você achou dessas imagens? Ficou com vontade de visitar o lugar? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Essa matéria Cientista mostra como é cozinhar a -78° C foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 coisas surreais que aconteceram em zoológicos

Os zoológicos tornaram-se, com o passar dos anos, grandes lugares a fim de entreter as pessoas e proporcionar diversão. Por mas triste que seja, as pessoas podem encontrar nesses lugares diversos animais presos em gaiolas para serem olhados por visitantes. As plateias aplaudem o rugido de um leão, o comportamento dos crocodilos e até mesmo as cambalhotas que os macacos dão. Embora o papel desses lugares seja preservar as espécies, tendo sempre reproduções, os locais acabam por prejudicar os bichos que não podem viver livremente. O confinamento em tempo integral danifica a sanidade dos animais e os deixa infelizes e desequilibrados.

No entanto, nem só esses são os terrores de zoológicos. Diversas histórias bizarras já aconteceram em alguns e nós resolvemos mostrar para você, caro leitor. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou algumas coisas surreais que aconteceram em zoológicos ao redor do mundo. Se você souber de algum outro caso que não listamos aqui, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

1 – Relações sexuais de burro para entretenimento

Os humanos veem essa prática como algo escandaloso, sagrado e afrontoso. Os animais para o sexo são escolhidos por pessoas e tudo acontece na frente delas, o que as faz dar boas risadas. Essa é uma maneira bizarra de copulação. Um casal de burros teve que ser barrado pela polícia por estarem fazendo sexo em frente às crianças. Algumas mães denunciaram o zoológico em Poznan, na Polônia, por isso.

2 – Fugitivo australiano

O homem mais procurado da Austrália, em 2005, se escondeu no zoológico para não ser preso. Malcolm Naden estava foragido após matar sua prima e a namorada da jovem. Ele usou o Taronga Western Zoo como esconderijo e costumava roubar bananas dos elefantes para sobreviver. Ele dormia no telhado do abrigo dos mesmos animais. Ele foi descoberto após as pessoas começarem a achar embalagens de alimentos espalhados.

3 – Zelador conseguiu uma plantação de maconha

Um funcionário de 59 anos do zoológico de Salzburgo, na Áustria, manteve ilegalmente uma fazenda de maconha no recinto dos rinocerontes. Quem imaginaria esse tipo de plantação dentro da jaula desses animais? Além do mais, ninguém chegaria perto dos animais para conferir qual era a planta. Ele foi descoberto em 2010. A polícia descobriu os 33 pés de maconha e os funcionários ficaram em demasia revoltados com o profissional.

4 – Homem tentou se alimentar dos tigres

Yang Jinhal afirmou que, em 2014, sofreu com doenças mentais que o levaram ao limite da loucura. Ele chegou a invadir o recinto do tigre de bengala, no zoológico de Chengdu, na China. Ele estava com uma mochila cheia de arroz e procurando uma mistura, até que avistou os animais. Pretendendo mordê-los, o homem propôs aos animais deixá-los comer um pouco de suas carnes e afirmou deixar que fizessem o mesmo em seguida. No entanto, ele conseguiu sair quando percebeu o olhar desconfiado de um dos animais. Os funcionários quando perceberam o que estava acontecendo, correram para tirar o homem de lá.

5 – Gorila com uma faca

Essa foto é real e mostra um gorila com uma faca. Em 2009, um zelador do zoológico saiu do recinto dos animais e esqueceu sua faca. A gorila Barika pegou o objeto e demonstrou muito interesse na mesma. Zuri, um outro gorila tentou dar uma olhada, mas ela não deixou e quase travaram uma briga. Um casal de visitantes vendo tudo correu para chamar os zeladores que conseguiram entrar no local e recuperar a faca sem que nada acontecesse.

6 – Pandas vendo filmes eróticos

Os pandas são animais que só se reproduzem poucos dias por ano. Sendo assim, as pessoas temem que um dia eles percam o estímulo e desapareçam do mundo. As autoridades do zoológico de Chiang Mai, na Tailândia, passaram por algo parecido. O panda macho do local parecia estar sem estímulo para acasalar. Sendo assim, eles decidiram educá-lo via vídeo. Os zeladores mostraram imagens quentes de ursos para colocá-lo no caminho.

7 – Visitantes bêbados

Zoológicos, mesmo tento muito o que ver, torna-se um lugar entediante depois de um tempo. Sendo assim, o zoológico de Londres criou um projeto para manter o público. Eles permitiam que os convidados se divertissem no local com os animais presos. Eles faziam isso bêbados, mas as pessoas começaram a bater nos painéis de vidro, perfurar o recintos dos pássaros e cantar coisas desagradáveis. Um dos visitantes tentou nadar com os pinguins em 2014 e no mesmo ano outro visitante jogou cerveja nos tigres.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Essa matéria 7 coisas surreais que aconteceram em zoológicos foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Como é a Umbanda?

O Brasil é um país plural em todas as suas esferas. E não seria diferente quanto a religião. Variadas são as nossas maneiras de expressar a fé e religiosidade. Muitos conflitos mundo afora acontecem por diversas razões e entre elas a intolerância religiosa. No Brasil, apesar de tudo, o preconceito ainda faz muitas vítimas e a intolerância de cunho religioso, atrelada à violência, tem se mostrado cada vez maior.

Pensando nisso, decidimos criar uma série de matérias explorando o tema e trazendo para vocês informações como a origem, a filosofia e os ensinamentos de algumas das principais religiões praticadas em nosso país, de modo que nossos leitores possam aprender um pouco mais de nossa cultura que é tão rica e cheia de cor. Hoje, abordaremos um pouco sobre a Umbanda, e você conhecer um pouco mais de sua história logo abaixo.

Lembrando, caros leitores, que o nosso conteúdo é mais genérico, sem se aprofundar muito no tema para não causar polêmicas. O objetivo dessa série de matérias é combater o preconceito contra as religiões e disseminar informações sobre as mesmas.

Origem

A Umbanda nasceu no dia 15 de novembro de 1908, quando foi anunciada por um espírito (ou guia espiritual / entidade, como são chamados na religião) chamado Caboclo das Sete Encruzilhas, através das faculdades mediúnicas do médium Zélio Fernandino de Moraes, na sede da Federação Espírita de Niterói, no Rio de Janeiro.

Zélio de Moraes, como é mais conhecido, foi levado ao local por seu tio depois que o jovem de apenas 17 anos foi acometido por uma paralisia misteriosa e milagrosamente curado. O médium, que já apresentava sinais para sua família de sua capacidade de se comunicar com espíritos, fenômeno conhecido como mediunidade, foi convidado pelo dirigente a se juntar a sessão que estava ocorrendo.

Depois que se iniciou a sessão espiritual, Zélio se levantou e disse: “Aqui está faltando uma flor!”. Zélio estão foi até o jardim e apanhou uma rosa branca e colocou sobre a mesa. As pessoas ali reunidas estranharam a atitude do rapaz. Manifestações de espíritos de índios e escravos começaram a ocorrer e o dirigente então os convidou a se retirarem, advertindo que tais espíritos devido a seu “atraso espiritual” não eram de certa forma bem-vindos ali.

Enquanto tentava afastar o espírito que naquele momento fazia o uso das faculdades mediúnicas de Zélio para se comunicar, uma pessoa questionou a entidade ali incorporada ao médium. “Afinal, por que o irmão fala nesses termos, pretendendo que esta mesa aceite a manifestação de espíritos que, pelo grau de cultura que tiveram quando encarnados, são claramente atrasados? E qual é o seu nome, irmão?”.

Na resposta que o tal homem recebeu, nascia então uma religião puramente brasileira que tem sido cultuada por mais de um século: “(…) se julgam atrasados os espíritos de pretos e índios, devo dizer que amanhã estarei na casa deste aparelho (Zélio), para dar início a um culto em que estes pretos e índios poderão dar sua mensagem e, assim, cumprir a missão que o plano espiritual lhes confiou. Será uma religião que falará aos humildes, simbolizando a igualdade que deve existir entre todos os irmãos encarnados e desencarnados. E se querem saber meu nome, que seja Caboclo das Sete Encruzilhadas, porque não haverá caminhos fechados para mim”.

Filosofia

A Umbanda é a manifestação do espírito para a prática do amor e da caridade. Sem preconceitos de gênero, cor, idade. Livre de dogmas, a religião não possui nenhum livro sagrado e é considerada uma religião cristã. A Umbanda é uma religião que busca a evolução de nossas almas, através do amor, da fraternidade, da fé e do conhecimento.

Para os umbandistas, existe somente um deus e que pode ser chamado de Zambi, Olorum, Olodumaré ou simplesmente Deus. O nome Umbanda vem da palavra m’Banda, que em kimbundo, língua africana, significa “sacerdote” ou “curandeiro”. A Umbanda é a reunião de todas as tribos (bandas), de todos os irmãos, que um dia, em comunhão, serão uma única banda.

Ensinamentos

Os terreiros de Umbanda, espalhados por todo o Brasil, possuem várias linhas de trabalhos, mudando de acordo com certas regiões e a ancestralidade dos pais e mães (dirigentes) da casa. Em sua formação, a Umbanda sofreu influência e sincretismos de elementos de outras religiões como o candomblé, religião de matriz africana, o catolicismo e do espiritismo de Allan Kardec. Formando e desenvolvendo assim a base de seu próprio culto.

As reuniões, ou giras, geralmente ocorrem nos terreiros ou congás. A Umbanda não aceita que os atendimentos realizados em seus terreiros sejam cobrados ou que sejam feitos como motivo de troca de favores entre as pessoas ou guias/entidades devido ao auxílio prestado aos consulentes que buscam na religião a cura de suas mazelas. “Dê de graça, o que de graça recebestes: com amor, humildade, caridade e fé”.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Essa matéria Como é a Umbanda? foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Como é o Espiritismo?

Espiritismo, doutrina espírita, kardecismo ou espiritismo kardecista é uma doutrina religiosa e filosófica mediúnica. Ela se tornou uma doutrina através de um pedagogo francês. O espiritismo tem se expandido e o Brasil tem a maior quantidade de adeptos no mundo.

Variadas são as religiões existentes no mundo assim como existem variados tipos de pessoas que seguem cada uma delas. Essa série de matérias criadas por nós querem mostrar as características de cada uma para aqueles quem não as conhecem ou têm vontade de saber um pouco mais.

Lembrando, caros leitores, que o nosso conteúdo é mais genérico, sem se aprofundar muito no tema para não causar polêmicas. O objetivo dessa série de matérias é combater o preconceito contra as religiões e disseminar informações sobre as mesmas.

Origem

A Europa foi agitada no século XIX com o fenômeno das mesas giratórias. Elas aconteciam depois dos saraus e eram um assunto que atiçava a curiosidade de todos pelo fato de se moverem, se erguerem no ar e conseguirem responder questões através de tiptologia, com batidas no chão. Hippolyte Leon Denizard Rivail era um pesquisador, discípulo de Johann Pestalozzi e ficou intrigado com o fenômeno das mesas.

Mas o pedagogo francês, fluente em vários idiomas, autor de livros didáticos e que seguia um rigoroso método de investigação científica, não aceitou o fenômeno das mesas logo de cara. Ele os observou e os estudou observando que o que movia as mesas eram forças inteligentes, e quando foi investigar de onde ela vinham, ele os identificou como os espíritos dos homens que já tinham morrido.

Ele fez centenas de perguntas aos espíritos, analisou suas respostas e as comparou, codificou e submeteu a uma análise racional e não divulgou ou aceitou nada que não passasse por essa análise. Depois disso, nasceu o Livro dos Espíritos. Rivaili se imortalizou quando ele adotou o pseudônimo de Allan Kardec.

Filosofia

O espiritismo revela novos e mais aprofundados conceitos a respeito de Deus, do universo, dos homens dos espíritos e das leis que regem a vida. Também revela o que somos, de onde viemos, para onde vamos, qual o objetivo da nossa existência e qual a razão da dor e do sofrimento.

Ele abrange várias áreas do conhecimento, das atividades e do comportamento humano, abrindo assim uma nova era para a regeneração da humanidade. O espiritismo pode e deve ser estudado em todos os aspectos fundamentais como filosófico, científico, religioso, ético, moral, educacional e social.

E, observando os fenômenos espirituais, sintetizando as revelações dos espíritos e da moral comparada, Allan Kardec sintetizou os conceitos básicos do Espiritismo. Isso fundamentou uma doutrina bem específica e bem caracterizada pelo que o seu qualificativo espírita se distingue da generalidade do espiritualismo comum. Mas no que se trata de doutrina progressiva, seus conceitos não são dogmatizados e são todos submetidos ao seu próprio desenvolvimento.

A prática espírita é gratuita e realizada com simplicidade dentro do princípio cristão em que Deus deve ser adorado em espírito e verdade. Ele não tem sacerdotes e não adotam ou usam altares, imagens, andores, velas, procissões, sacramentos, concessões de indulgência, paramentos, bebidas alcoólicas ou alucinógenas, incenso, fumo, talismãs, amuletos, horóscopos, cartomancia, pirâmides, cristais ou qualquer outro objeto, rituais ou formas de culto exterior.

Ensinamentos fundamentais

“Deus é a inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas”. É eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom.

Deus criou o universo e abrange todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais.

Existem dois mundos: o corporal, onde habitam os espíritos encarnados que são os homens, e o espiritual que é habitado pelos espíritos desencarnados.

Existem outros mundos no universo habitados por seres de diferentes graus de evolução, iguais, mais ou menos evoluídos que os homens.

As leis da natureza também são leis divinas porque têm Deus como autor e abrangem leis físicas e morais.

O homem é um espírito encarnado em um corpo material. O perispírito é o corpo semi-material que une o espírito ao corpo material.

O mundo dos espíritos preexiste e sobrevive a tudo e eles são os seres inteligentes da criação.

Os espíritos são criados simples e ignorantes, e vão evoluindo em todos os aspectos até a perfeição onde gozam de uma felicidade inalterável.

A individualidade dos espíritos é preservada antes, durante e depois de cada encarnação.

A reencarnação é feita quantas vezes forem necessárias para que o espírito se aprimore.

A evolução dos espíritos é constante. Ela pode se estacionar, mas nunca regredir. E a evolução acontece na velocidade em que os esforços são feitos para chegar à perfeição.

Os espíritos têm ordens que são determinadas pelo grau de perfeição que atingem. Espíritos puros são os que atingiram a perfeição máxima, os espíritos bons são aqueles em que o desejo do bem é predominante e espíritos imperfeitos são caracterizados pela ignorância e desejo do mal.

Sempre existiu uma relação entre espíritos e homens. Aqueles que são bons atraem as pessoas para o bem, ajudam nas provas da vida e nos ajudam suportar com coragem e resignação. Já os que são imperfeitos, nos levam aos erros.

Jesus é o guia e modelo para toda a humanidade. E a doutrina que ensinou e exemplificou é a expressão mais pura da Lei de Deus.

O roteiro para a evolução segura dos homens é a moral do Cristo que tem no Evangelho. A sua prática é a solução para todos os problemas humanos e o objetivo a ser alcançado pela humanidade.

Todos têm o livre arbítrio mas irão responder pelas consequências de suas ações.

A vida que os homens terão depois de mortos pode ser de penas ou gozos, isso dependerá de quanto eles respeitaram a Lei de Deus.

A prece é uma ação de adoração a Deus que vem de um sentimento inato ao homem como é inata a existência de Deus.

A prece faz o homem melhor e dá a ele mais confiança, cercando de espíritos bons que irão assisti-lo.

Essa matéria Como é o Espiritismo? foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 maiores mitos que você acreditou sobre a mitologia grega

A Grécia foi uma sociedade antiga muito importante para a nossa história atual. Foi uma das sociedades mais fortes e bem sucedidas de antigamente. É também o berço de inúmeras coisas que fazem parte de nossa sociedade. Como por exemplo a filosofia, a dramaturgia e a ideia de democracia.

Essas são apenas algumas das funções de relevância que essa sociedade teve para nós. No entanto, apesar de tão relevante, não conhecemos a Grécia tão bem quanto imaginamos.

Confira agora alguns dos maiores mitos sobre a Grécia.

1 – Grécia Antiga como um local

Muitas vezes, as pessoas se referem à Grécia antiga como uma região em específico. No entanto, a Grécia antiga diz respeito a um período da História. A Grécia era dividida em inúmeras cidades-estados, também chamadas de pólis. Cada uma com seus hábitos, culturas e deuses. Então quando ouvir falar sobre “Grécia Antiga” não pense em um local e sim em uma época da História.

2 – Mitologia grega e mitologia romana são equivalentes

É fato que existe alguma similaridade entre a mitologia grega e a romana, mas elas não eram uma só coisa. No entanto, a religião romana era muito mais prática. As pessoas tinham que seguir um conjunto de regras dadas pelos deuses, para que as divindades os ajudassem. Já os gregos eram mais teatrais, podiam tomar forma humana e cada um explicava alguma verdade relacionada ao mundo ou a nossa existência.

3 – Semideus tem poderes

Não, os semideuses não nascem com super poderes. Eles nascem normais, um pouco mais fortes do que as pessoas comuns, mas nada realmente extraordinário. Os filhos dos deuses só adquiriam super poderes se alguém os desse e eram mortais, como qualquer outro humano.

4 – Caixa de Pandora

Exatamente, a caixa de Pandora não era exatamente uma caixa. Na verdade, a caixa era um jarro. O vaso foi dado como presente de casamento por Zeus, para o primeiro humano do mundo. Pois é, eu estou tão chocada quanto você, acredite.

5 – Hades, o satanás grego

Todos nós imaginamos que Hades é uma espécie de diabo deus grego. Mas não, não é bem assim. De fato, Hades era o deus dos mortos, mas não só isso. Ele também era o deus das riquezas ocultas da Terra, do solo e de todos os seus minérios. E não, não era como se fosse o demônio que nós estamos habituados.

6 – Todo deus grego tinha UMA profissão

Assim como acontece com Hades, que nós pensamos ser uma espécie de satã, acontece com todos os outros deuses da mitologia grega. Nós pensamos que todos eles têm apenas uma tarefa, uma espécie de profissão. No entanto, os deuses gregos eram muito mais multi-tarefas do que imaginamos. Poseidon, por exemplo, estavam sempre relacionado a terremotos e cavalos, mas também poderiam se ocupar do mar. Eles não eram responsáveis por uma função ou tarefa em específico, como muitos de nós pensamos.

7 – O cúpido era um bebê gordinho com asas e flechas

Nós estamos habituados com uma imagem fofa dos cúpidos. Majoritariamente, nós sempre ligamos a palavra a uma espécie de anjo bebê. Contudo, a versão grega é um tanto quanto bizarra. O cúpido grego era uma versão do deus do amor, Eros, que não passava de um homem adulto vendado. E suas flechas de ouro ou chumbo não causavam apenas paixão, como também poderiam causar a discórdia em quem fosse flechado. Não é tão fofo quanto imaginávamos, não é mesmo?

Essa matéria 7 maiores mitos que você acreditou sobre a mitologia grega foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

7 coisas que você não sabia sobre o raio da morte de Tesla

Nikola Tesla foi um inventor nos campos da engenharia mecânica e electrotécnica. O cara deixou importantes contribuições para o desenvolvimento das tecnologias mais importantes dos últimos séculos, como da transmissão via rádio, da robótica, do controle remoto, do radar, da física teórica, nuclear e da ciência computacional. Muita coisa, né!?

Uma de suas supostas invenções, o raio da morte, era um dispositivo capaz de gerar um intenso feixe direcionado de energia “que poderia ser usado para descartar bombardeiros inimigos, exércitos estrangeiros ou qualquer outra coisa que você preferir que não existia”.

Ninguém nunca de fato conseguiu construir o tal raio da morte, mas existem muitos histórias e teorias da conspiração envolvendo tal arma. A gente conta algumas coisas sobre essa arma para vocês:

1 – O raio de Tesla foi feito para a paz

Tesla não tinha em mente criar um raio da morte para ser usado em guerras, por exemplo. Na verdade, Tesla odiava a guerra e seu raio foi feito justamente para evitá-la. Ele pensava que se um país tivesse uma arque que derrubasse 10 mil aviões de uma vez a longa distância, provavelmente ninguém enviaria 10 mil aviões para tal país. Ele gostava de pensar na sua ideia como um “raio da paz”, e não como um “raio da morte”.

2 – O raio era um feixe de partículas

O raio da morte de Tesla era um feixe de partículas. Em um artigo da revista Liberty, publicado em fevereiro de 1935, Tesla supostamente explicou a sua ideia. A explicação foi dada da seguinte maneira: “Meu aparelho projeta partículas que podem ser relativamente grandes ou de dimensões microscópicas, permitindo-nos transmitir uma pequena área a uma grande distância trilhões de vezes mais energia do que é possível com raios de qualquer tipo. Muitos milhares de cavalos de potência podem ser assim transmitidos por um fluxo mais fino que um cabelo, de modo que nada pode resistir”.

3 – O raio foi testado na cidade Colorado Springs

Em 1924, o Colorado Springs Gazette declarou que Tesla descobriu o raio da morte nos experimentos na cidade. Os moradores locais se lembravam de todos os tipos de eventos estranhos dos experimentos de 1899. O dispositivo parecia causar outros fenômenos perturbadores, como faíscas que apareciam nos pés das pessoas, chamas que saíam das torneiras da cozinha e borboletas que “giravam em círculos, com asas jorrando raios azuis”.

Nessa época, não existia nenhuma responsabilidade real por coisas como cientistas malucos fazendo raios serem disparados de torneiras de cozinhas ou borboletas carregadas com o raio da morte, então os eventos deixavam qualquer pessoa surpreendida. Felizmente ninguém morreu.

4 – Ele usou o raio da morte como “moeda”

Tesla, por incrível que pareça, tinha sérios problemas com dívidas financeiras. Na década de 1930, ele acumulou uma dívida considerável em um hotel chamado Governador Clinton Hotel, em Manhattan. Ele realmente não podia pagar o hotel e resolveu dar a administração do local uma de suas invenções como forma de pagamento. Ele deu a eles um dispositivo dizendo que era o raio da morte, uma de suas maiores invenções e mais perigosas, que poderia explodir um local se fosse aberto.

Quando Tesla morreu, em 1943, um cientista que trabalhava para o Comitê de Pesquisa de Defesa Nacional foi enviado ao quarto de hotel (que Tesla usava como laboratório) para verificar a tal arma potente. O cientista escreveu um relatório para o FBI dizendo que a tal invenção não era nada mais do que uma caixa de madeira com uma resistência, um item qualquer encontrado em qualquer laboratório.

Em outras palavras, caros leitores, Tesla colocou alguns componentes elétricos na caixa para dar uma aparência de arma assustadora e não havia nada de raio da morte na caixa.

5 – Teoria da conspiração envolvendo o raio da morte (parte 1)

O ônibus espacial Columbia se desintegrou durante a fase de reentrada na atmosfera terrestre, a apenas dezesseis minutos de tocar o solo no regresso da missão STS-107, causando a destruição total da nave e a morte dos sete astronautas que compunham a tripulação. Depois disso, surgiram teorias da conspiração dizendo que o raio da morte teria destruído o ônibus espacial.

Em 2003, surgiu até um livro chamado “O Raio da Morte de Nikola Tesla e o desastre do ônibus espacial Columbia” (em tradução livre). O livro especula que o governo americano derrubou acidentalmente o ônibus espacial e a NASA encobriu o caso. A suposta prova são imagens do ônibus espacial antes do desastre, onde flashes de luz roxa podem ser vistos. Será?

6 – Teoria da conspiração envolvendo o raio da morte (parte 2)

O evento de Tunguska foi a queda de um objeto celeste que aconteceu em uma região da Sibéria, no Império Russo, próxima ao rio Podkamennaya Tunguska, em 30 de junho de 1908. A queda provocou uma grande explosão, devastando uma área de milhares de quilômetros quadrados. Para muitos, esse evento foi consequência do raio da morte de Tesla. O curioso é que o raio da morte nem tinha sido mencionado publicamente ainda.

O fato é que o evento de Tunguska está praticamente resolvido, onde um asteroide de aproximadamente 12 metros de diâmetro caiu na Sibéria e produziu uma explosão. É certo que não havia crateras pelo fato do asteroide nunca ter chegado ao solo e isso fez com que os teóricos da conspiração se aproveitassem da história.

7 – O FBI e o envolvimento com o raio da morte de Tesla

Quando Tesla morreu, em 1943, o FBI apreendeu seus pertences. Eles estavam interessados nas pesquisas do famoso raio da morte, um sofisticado artefato que, em teoria, poderia enviar um fluxo de energia a distâncias de até 400 mil quilômetros. Os arquivos só foram revelados em 2016 e provaram que os EUA tinha um grande interesse na arma mortal.

A publicação dos documentos tem informações sobre os experimentos de raio globular do engenheiro e uma carta com um plano do FBI de deter um membro da família de Tesla a se apropriar dos seus arquivos. A carta expressava a ideia de como Tesla era um cidadão naturalizado, o governo sérvio poderia pedir a extradição de seus pertences. Os EUA queriam impedir que qualquer material relacionado ao raio da morte chegasse aos soviéticos.

E você, conhecia as histórias do raio da morte de Tesla? Comente!

Essa matéria 7 coisas que você não sabia sobre o raio da morte de Tesla foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

1 2 3 223