“Anne With an E” – A infância como transformadora de drama em poesia

Não é difícil notar como a produção de conteúdo audiovisual cresce de forma descontrolada atualmente, mas a parte complicada é que nessa grande roda da fortuna, grandes produções verdadeiramente necessárias também são ameaçadas para cederem espaço, seja no horário do canal ou na plataforma online, como é o caso de “Anne With an E”, série canadense produzida pelo canal CBC que ganhou o mundo em 2017 após ter seus direitos de distribuição adquiridos pela Netflix.

Inspirada no romance “Anne of Green Gables” de Lucy Maud Montgomery, a produção é uma celebração surpreendente sobre a infância, a imaginação e os encantos de uma mente livre e corajosa. Anne é adotada pelos irmãos Cuthbert após um engano, eles esperavam por um menino que pudesse ajudar nas tarefas diárias de Green Gables. Com um carisma irradiante, Anne consegue não só permanecer na Ilha de Príncipe Eduardo como ganha completamente o coração de Marilia e Matthew, sendo oficialmente adotada pelos irmãos.

Com uma bagagem muito maior do que podemos esperar de uma criança nessa idade, a série é uma realização que transforma drama em pura poesia com muita facilidade. Com uma fotografia calma e convicta, o show traz um carisma notável ao falar sobre a infância, se aproximando do público rapidamente apesar do ritmo de sua narrativa por vezes ser considerado lento. Com sua trama intimista, “Anne With an E” fala sobre a força da imaginação de alguém que ainda possuí a inocência e a coragem de contemplar a vida como deve ser.

Fortemente estruturada na cultura da região nos anos 80, a história não só se solidifica com situações de grande importância nos dias de hoje, como o racismo e o feminismo, como também apresenta uma narrativa cheia de literatura e encanto que se torna extremamente forte perante o inegável protagonismo de Amybeth McNulty.

Completamente na contra mão dos grandes sucessos de público da atualidade, a produtora da série, Moira Walley-Becket, acabou recorrendo a sua conta pessoal no Instagram para pedir que os fãs ajudem a garantir a renovação do terceiro ano da produção, que infelizmente corre risco de cancelamento.

As duas temporadas exibidas do programa já estão inteiramente disponíveis no catálogo Netflix somando 17 episódios de aproximadamente 40 minutos cada. Confira o trailer:

O post “Anne With an E” – A infância como transformadora de drama em poesia apareceu primeiro em Portal Famosos Brasil.