Com filme forte, Globo consegue vencer a Record sem a Copa do Mundo

X Men (Foto: Reprodução)
X Men (Foto: Reprodução)

Sem Copa do Mundo, a Globo continuou vencendo a Record na audiência nesta segunda-feira, 09 de julho, com a Sessão da Tarde.

+Sem poder falar na Globo, Galvão Bueno quebra o protocolo e detona Neymar em rádio

No ar mais cedo cobrindo o espaço do Vídeo Show, das 14h19 às 16h36, a sessão de filmes, que levou ao ar o longa-metragem X-Men 2, sucesso de bilheterias, marcou 15 pontos de média na Grande São Paulo e ficou em primeiro lugar na média geral. No mesmo período, a Record apareceu com 6.9 pontos e o SBT ficou em terceiro lugar com média de 6.6. A atração da Globo ainda alcançou 19 de pico.

No confronto com o Balanço Geral, na faixa em que a Globo costuma perder para a Record quando não exibe os jogos da Copa, o filme conseguiu vencer o jornalístico da emissora de Edir Macedo. Ao todo, foram 12 pontos contra 10 da Record TV e 7.5 do SBT.

ELIMINAÇÃO DO BRASIL FAZ GLOBO CRESCER 358%

Com a eliminação do Brasil diante da Bélgica na Copa do Mundo na Rússia, na última sexta-feira (06), a Globo viu sua audiência disparar mais de 350% na faixa de exibição.

A partida entre Brasil x Bélgica cravou 55 pontos de média e 82% de participação, de acordo com dados consolidados do Ibope da Grande São Paulo – ou seja, 82 em cada 100 televisores ligados na capital paulista no horário estavam sintonizados na Globo. O índice representa 43 pontos de audiência (358%) e 55 pontos de participação acima da média da faixa nas quatro sextas-feiras imediatamente anteriores ao início da Copa do Mundo.

+ Globo movimenta vários setores com principal cena da estreia de O Tempo Não Para

+ Adriane Galisteu revela pedido que fez à Globo antes de entrar em nova novela

AUDIÊNCIA TAMBÉM DISPAROU NO RJ
Já no Rio, a eliminação da Seleção alcançou 51 pontos de média e 81% de participação. O número significado um crescimento 37 pontos de audiência (264%) e 49 pontos de participação em relação à média da faixa nas quatro sextas-feiras imediatamente anteriores ao início da Copa.

Cada ponto equivale a 71.8 mil domicílios na Grande São Paulo e a 45.2 mil no Rio de Janeiro.