Nada de gasolina para a motocicleta (Power H20) que funciona apenas com água

Nada de gasolina para a motocicleta (Power H20) que funciona apenas com água

Quem nunca parou para pensar em como fazer para conseguir dirigir seu veículo sem se preocupar com o preço da gasolina e os danos que esse combustível vem causando ao meio ambiente, não é mesmo?! Pois é, há um brasileiro que levou essa questão tão a sério que resolver criar ele mesmo a sua própria motocicleta que é movida a, nada menos nada mais que, simplesmente água. A “Moto Power H20”, assim como é chamada, usa como combustível de locomoção o hidrogênio presente na água, seja ela pura ou até mesmo bem suja como a do Rio Tietê. E aí, se interessou? Vem com a gente e descubra tudo sobre esse fenômeno da tecnologia moderna e sustentável que nasceu aqui mesmo no Brasil. Vamos lá! Criação Ricardo Azevedo A motocicleta Power H20 é um invento produzido exclusivamente pelo brasileiro Ricardo Azevedo e foi feita para ter a capacidade incrível de conseguir alcançar viagens de até 500 quilômetros com um litro de água como combustível. O mais interessante é que essa água pode ser pura ou não, em um vídeo ele mesmo comprova isso usando os dois tipos de água, sendo que a segunda ele mesmo tira do Rio Tietê e faz a demonstração verídica de que tudo acontece da mesma forma que em uma motocicleta movida à gasolina. Como em qualquer invento que desafie a realidade à qual estamos acostumados, ele recebeu diversas críticas e ainda existem pessoas que não acreditam verdadeiramente que sua motocicleta realmente funcione somente com o uso de água. Mas, vale lembrar que ele mesmo gravou e publicou um vídeo em que faz a demonstração do seu feito memorável. Como tudo acontece Tudo começa com o design adotado por Ricardo Azevedo para a sua motocicleta: uma combinação de água com apenas uma única bateria de carro externa, que juntos são capazes de produzir eletricidade e separar o hidrogênio das moléculas de água trazendo energia para que motor sempre funcione, fazendo com que a motocicleta consiga se locomover facilmente. Todo esse processo está envolvido em um sistema de tubulações encaixado de forma bem estratégica na “T Power H20”, que vai resultar em uma combustão que gerará energia necessária a fim de alimentar o motor e dar vida à invenção do brasileiro. Benefícios da invenção Os benefícios da “Moto Power H20” são destacados pelo seu próprio inventor, que afirma o seguinte: “a vantagem desta motocicleta, que funciona com o hidrogênio que vem da água, é que o que sai do escape é apenas o vapor de água. Diferente da gasolina, em que o resultado é o dióxido de carbono (altamente poluente)”. Se pensarmos em um futuro com veículos e motocicletas movidas somente à água, as preocupações com o meio ambiente seriam diminuídas. Uma vez que a gasolina seria evitada e, até mesmo, trocada pela água, sendo que esse combustível nocivo solta diariamente muito dióxido de carbono na atmosfera causando uma reação em cadeia de destruição em massa para o meio ambiente, que no fim atingirá o ser humano. Leia também: Carro movido à água, invenção Brasileira? O carro movido à água de 1972 O fim da dependência das fontes de energia tradicionais Menino de 13 anos cria dispositivo de energia livre que custa menos de 15 dólares Nikola Tesla e a chave secreta do universo e da energia livre Temperaturas elevadas, grandes níveis de poluição, economia, tudo poderia ser melhorado se pensarmos com mais carinho em medidas como essa. Parabéns ao criador da “Moto Power H20”, de fato uma grande invenção! Fonte: Dailymail.