Marcelo Várzea fala sobre “A Lei do Amor” e final do delegado Celso

TV Foco - Audiência da TV, Notícias da TV e Famosos - O maior site especializado em Audiência da TV

Marcelo Várzea (Foto: Divulgação)
Marcelo Várzea (Foto: Divulgação)

No ar em “A Lei do Amor”, novela das 21h da Rede Globo, Marcelo Várzea falou sobre o seu personagem, o delegado Celso, que trabalhou para colocar Tião (José Mayer) e Magnólia (Vera Holtz) atrás das grades.

“Como Celso, torço para que a Justiça seja feita de verdade e que o bem vença o mal. Mas, pessoalmente, acho que a Magnólia e o Tião são tão perversos que poderiam morrer tragicamente”, disse em entrevista à colunista Patrícia Kogut.

Marcelo lembrou o início da carreira e disse que ficou surpreso com o convite para atuar na trama de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. “Comecei minha carreira como comediante e sempre fiz personagens mais românticos. Antes das gravações, até deixei a barba crescer. No primeiro dia de trabalho, a Denise Saraceni (diretora da trama) me pediu: ‘Tira essa barba’. É bacana poder ser versátil. Acho que isso me abriu muitas portas”, disse. 

O ator também comemorou a repercussão do personagem e o reconhecimento do público. “Me chamaram de delegado banana, de delegado gostoso. É engraçado porque esse cargo se tornou um fetiche das pessoas”, contou.

Marcelo Várzea fala sobre “A Lei do Amor” e final do delegado Celso